O poder do encantamento: Monte Bravo revela o segredo do sucesso

Divulgação
Filipe Portella e Pier Mattei: juntos pela personalização no atendimento

O que um estudante de engenharia e outro de direito têm a ver com o mercado financeiro? No caso de Pier Mattei, de 33 anos, e Filipe Portella, 34, tudo.

Foi a paixão pelo setor e a vontade de fazer algo diferente que levou os profissionais a deixarem de lado carreiras no segmento de varejo de grandes bancos para juntos iniciarem a Monte Bravo em 2010. A empresa, nascida em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, tem uma história pouco ortodoxa.

Ambos, na época com 24 anos, dispunham de pouca experiência na área e, menos ainda, de recursos. Mas, motivados pelo desejo de mudança, decidiram empreender.

“Não estávamos satisfeitos com um sistema de atendimento no qual precisávamos dar conta de 500 clientes, oferecendo produtos que o banco definia sem saber se estavam adequados ao momento de vida e perfil dos clientes”, explica Portella. Para Mattei, o modelo tradicional vigente até hoje é pouco flexível e muito desalinhado, tanto para os clientes quanto para os profissionais que os atendem.

“Éramos cobrados por metas que, no fim do dia, pouco tinham a ver com os objetivos e com a satisfação de quem realmente importa: o investidor.” Com essa percepção em mente, a dupla de empreendedores procurou entender melhor o segmento e a possibilidade de atuar de maneira mais independente, com foco total no cliente e não em uma instituição ou marca.

Assim nasceu a Monte Bravo, cuja inquietude dos sócios na idealização do negócio segue sendo marca fundamental em sua trajetória. E esse foco na personalização das soluções e na excelência do atendimento fica claro nos números e títulos conquistados em menos de uma década de existência.

Atualmente, 5 mil clientes – pessoas ou empresas – têm mais de R$ 4 bilhões de ativos sob assessoria da Monte Bravo, considerada hoje uma das três maiores empresas do tipo no Brasil.

Para atingir a escala deste modelo de sucesso, a Monte Bravo aumentou sua capilaridade pelo país, com a inauguração de escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Goiânia e atraiu mais de 120 profissionais altamente qualificados. E a estratégia deu certo. No ano passado, conquistou o prêmio de Melhor Escritório no Brazil Advisor Awards, promovido pela XP Investimentos, quando superou outras 660 empresas participantes.

De quebra, ganhou pela terceira vez, de um total de quatro edições, o prêmio de Melhor NPS – metodologia utilizada em todo o mundo para avaliar o nível de satisfação dos clientes em relação ao seu atendimento. Com NPS atual de 90 pontos, a empresa conta com o melhor índice de satisfação no setor – o maior motivo de orgulho dos sócios.

"Todas as empresas dizem que têm foco no cliente. Mas é na prática, porém, que separamos o discurso da realidade", Pier Mattei

“Todas as empresas dizem que têm foco no cliente. Mas é na prática, porém, que separamos o discurso da realidade. O nosso negócio é 100% dependente da experiência do cliente – se ela não for positiva, o crescimento da empresa não acontece. Ao contrário de muitos negócios que, quando crescem, perdem a qualidade, funcionamos exatamente ao contrário: crescemos por causa dela”, explica Mattei.

Em um levantamento feito pela Monte Bravo com seus clientes, não é raro encontrar elogios ao preparo dos profissionais. “Meu assessor tem conhecimento sobre o que fala, não recomenda o que não tem convicção ou não combina com o meu perfil e é extremamente disponível, assim como o resto da sua equipe”, diz uma cliente de São Paulo. Um outro, do Rio de Janeiro, mostrou-se surpreso com o monitoramento dos seus investimentos pela assessora. “Ela faz isso constantemente e sempre me propõe boas alternativas para cada grau de risco”, explica. Uma terceira, também da capital paulista, vai além: “O meu assessor é, de longe, o melhor assessor de investimentos que eu já tive. Ele entende o meu perfil e as opções de investimento disponíveis para discutirmos a respeito. Além disso, ele é muito disponível e didático: analisamos juntos a rentabilidade de planos, discutimos sobre o futuro do país e da situação econômica”.

Divulgação
Equipe de assessores altamente especializados no escritório de Porto Alegre

Mas os planos da dupla empreendedora não param por aí. Até o fim de 2019, a meta é alcançar R$ 7,5 bilhões sob assessoria e, no fim do próximo ano, chegar a R$ 20 bilhões. Para alcançar tudo isso, a estratégia é focar principalmente na expansão do seu time de assessores e no investimento contínuo em treinamentos, tecnologia e infraestrutura. O escritório da capital paulista, por exemplo, ganhará 100 novos profissionais e uma área que chegará a quase 1.000 metros quadrados.

“Nossos assessores são realmente muito capacitados e dispomos de uma estrutura interna de apoio e atendimento que fará toda a diferença para alcançarmos esse patamar”, diz Mattei, sobre os resultados conquistados até este momento.

A dupla se diz feliz com as vitórias obtidas até agora – que não foram poucas para quem começou um negócio sem um único cliente. E, já que fazer a diferença na vida das pessoas é o propósito da Monte Bravo, a empresa decidiu ir além. Em outubro do ano passado, abraçou uma causa nobre e criou aquele que, na visão dos sócios, é o principal projeto já feito até agora. Batizada de 50k1kg, a iniciativa destina um quilo de alimento a cada novo aporte de R$ 50 mil feito pelo cliente em seus investimentos. Até agora, já foram doadas mais de 20 toneladas para famílias carentes em todo o Brasil. Número que pelo jeito não vai parar de crescer tão cedo.

* BrandVoice® é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).