49 Curiosidade sobre a Copa do Mundo de Futebol Feminino

Kevin C. Cox/GettyImages
A oitava edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino começa na hoje (7)

Resumo:

  • As seleções da Alemanha e dos Estados Unidos, e suas jogadoras, são as maiores detentoras de marcas históricas na competição;
  • O Brasil é uma das quatro seleções que mais passou das classificatórias;
  • França e Coreia do Sul abrem a competição, enquanto a seleção brasileira faz sua estreia no domingo (9).

Em 1966, a 8ª Copa do Mundo (masculina) foi disputada e vencida pela Inglaterra. Dezesseis países participaram, e o torneio foi assistido pela primeira vez por uma audiência mundial pela TV. Mais de 1,5 milhão de espectadores compraram ingressos, e o público médio foi de um pouco acima de 48.000.

VEJA TAMBÉM: Por que nossos bilionários não investem no futebol?

A oitava edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino começa na hoje (7) e, no geral, o time francês de 2019 se destaca em comparação às demais equipes.

O primeiro jogo está marcado para hoje, com a anfitriã, a França, em um embate com a Coreia do Sul pelo Grupo A. A partida começa às 16h no horário de Brasília. A primeira disputa da equipe brasileira deve acontecer no próximo domingo (9), às 10h30, contra o time da Jamaica pelo Grupo C.

Na terça-feira (11) todas as equipes terão disputado pelo menos uma partida. Alguns dos jogos de alto nível nos próximos dias incluem:

Sábado: Alemanha x China — Grupo B, 10h.

Domingo: Brasil x Jamaica — Grupo C, 10h30, e Inglaterra x Escócia — Grupo D, 13h.

Segunda-feira: Canadá x Camarões — Grupo E, 16h.

Terça-feira: Nova Zelândia x Holanda — Grupo E, 10h, e EUA x Tailândia Grupo F, às 16h.

Elsa/GettyImages
Brasil estreia na competição no próximo domingo (9)

Para você entrar no clima da competição, veja a seguir 49 curiosidade, fatos e estatísticas sobre o Mundial feminino.

E AINDA: Brasil é o país que mais exporta jogadores de futebol

#1 A França nunca passou das quartas-de-final em uma Copa do Mundo de Futebol Feminino.

#2 Os Estados Unidos nunca ficaram fora dos três primeiros colocados em uma Copa do Mundo de Futebol Feminino e conquistaram o troféu por 3 vezes.

#3 A Alemanha é o único país, até o momento, que manteve o troféu em torneios consecutivos (de 2003 a 2007).

#4 O único país que recebeu e venceu a Copa do Mundo de Futebol Feminino foi os Estados Unidos, em 1999.

#5 Treinador dos EUA, Jill Ellis pode se tornar o primeiro treinador a vencer a competição duas vezes.

#6 Christine Sinclair, do Canadá, marcou 181 gols pela seleção e está prestes a ultrapassar o recorde de 184 gols de Abby Wambach, ex-jogadora de futebol da equipe dos Estados Unidos.

#7 Marta, do Brasil, é a maior pontuadora de todos os tempos da Copa do Mundo de Futebol Feminino, com 15 gols marcados.

#8 A australiana Mary Fowler, de 16 anos, é a jogadora mais nova da competição.

#9 Se for escalada, a jogador brasileira Formiga se tornará a primeira atleta de futebol de ambos os gêneros a disputar 7 Copas do Mundo.

#10 A equipe do Chile vai colocar em campo a menor jogadora do torneio, Javier Grez de 1,46m de altura.

LEIA AQUI: Os 20 times de futebol mais valiosos do mundo em 2019

#11 Nenhum país sofreu mais gols do que a Nigéria nas finais: 56 em 16 jogos.

#12 O maior número de gols já marcados em uma final de Copa do Mundo de Futebol Feminino foi de Michelle Akers, dos EUA, no primeiro torneio, em 1991. Ela anotou 10 gols.

#13 O único país que perdeu uma partida, mas ainda assim levantou o troféu, é o Japão. Em 2011, a equipe perdeu por 2 a 0 para a Inglaterra, mas venceu a Copa do Mundo de Futebol Feminino ao derrotar os Estados Unidos na disputa de pênaltis da final.

#14 Nenhum país jogou ou venceu mais jogos na Copa do Mundo de Futebol Feminino do que os Estados Unidos: 43 partidas disputadas e 33 vitórias.

#15 Os Estados Unidos nunca perderam um jogo em que a jogadora Alex Morgan marcou um gol.

#16 A Nova Zelândia esteve em quatro Copa do Mundo de Futebol Feminino, mas nunca chegou às oitavas-de-final.

#17 A Nigéria perdeu mais do que qualquer outro país no Mundial de Futebol Feminino: 16.

#18 Em sete participações no campeonato, os Estados Unidos perderam apenas 4 jogos,- um deles na fase de grupos. Em 1995, 2003 e 2007, o país foi derrotado pela Noruega, Alemanha e Brasil nas semifinais. Em 2011, a Suécia venceu em uma partida dos grupos, por 2 a 1.

#19 O título de maior número de derrotas consecutivas é da Argentina, com 6.

#20 A Nova Zelândia detém o recorde do maior número de jogos consecutivos sem vitória: 12.

SAIBA MAIS: Lições de liderança do futebol para o mundo corporativo

#21 A capitã da França, Wendie Renaud, é a jogadora mais alta da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019 com 1,84m.

#22 Nenhum país marcou mais gols na Copa do Mundo de Futebol Feminino do que os Estados Unidos: 112.

#23 Nenhum país sofreu mais gols no campeonato do que a Nigéria: 56.

# 24 A Alemanha tem uma média de 2,84 gols por jogo, mais do que qualquer outro país.

# 25 O Equador permitiu a maior média de número de gols por jog: 5,66.

Forbes
Duas das maiores goleadoras de todos os tempos foram convocadas para a disputa de 2019

# 26 Os EUA e a Suécia jogaram um contra o outro 5 vezes, mais do que qualquer outros dois países, com os EUA vencendo três e empatando 1.

# 27 Os EUA (1991) e a Alemanha (2003) compartilham o recorde de mais gols marcados em um torneio: 25.

# 28 O recorde de menos gols marcados por uma nação anfitriã em uma Copa do Mundo de Futebol Feminino é do Canadá, em 2015, com 4 gols.

# 29 O pior saldo de gols registrado por um país em um torneio é de 17, pela Argentina, em 2007.

# 30 O melhor saldo de gols em um único torneio foi da Noruega em 1995: 22.

VEJA TAMBÉM: Os clubes de futebol que mais geraram receita em 2018

# 31 Apenas Brasil, Japão, Nigéria e Noruega passaram pela fase de classificação 8 vezes para jogar o torneio.

# 32 A Noruega detém o recorde de mais vitórias consecutivas, são 10 na Copa do Mundo de Futebol Feminino.

#33 A Alemanha mantém o recorde de mais jogos consecutivos sem derrota: 15.

# 34 A Alemanha também registrou um recorde de 6 partidas consecutivas sem gols, em 2007.

# 35 Vinte jogadoras ganharam a competição duas vezes: 8 são americanas e 12 alemãs.

# 36 Kristine Lilly e Christie Rampone, ambas dos EUA, são as que ganharam mais medalhas na Copa: 5.

# 37 Nenhum jogador disputou mais jogos (24) ou minutos (2.537) do que Kristine Lilly, dos EUA, na Copa do Mundo de Futebol Feminino.

# 38 Michelle Akers dos EUA marcou 5 gols em um único jogo, em 1991, contra o Taipei chinês. Um recorde que ainda não foi superado.

# 39 Os três gols de Carli Lloyd contra o Japão, na final de 2015, foi o único “hat-trick” registrado por uma jogadora em uma final da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

# 40 O “hat trick” mais rápido foi em uma final da Copa do Mundo de Futebol Feminino foi em 2015, feito pela suíça Fabienne Humm contra o Equador. Os três gols foram marcados em apenas 5 minutos.

E AINDA: Os jogadores de futebol mais valiosos do início de 2019

# 41 A mais jovem jogadora a marcar em uma Copa é a russa Elena Danilova. Fez um gol contra a Alemanha, em 2003, quando tinha 16 anos e 107 dias.

# 42 A maior vitória na Copa do Mundo de Futebol Feminino foi em 2007. A Alemanha bateu a Argentina por 11 a 0.

# 43 O torneio de maior número de gols foi 2015, com 146 bolas na rede. O menor foi em 2011, com 86 gols. A maior média de gols foi de 1999, com 3,84 gols por jogo. O menor número de gols em média foi de 2011: 2,69 gols por jogo.

# 44 A ex-goleira dos EUA, Briana Scurry, detém o recorde de mais defesas limpas na Copa, um total de 10, entre 1995 e 2007.

# 45 Em 2007, a Alemanha venceu a Copa do Mundo de Futebol Feminino sem sofrer nenhum gol.

# 46 O ex-técnico da Noruega e do Canadá, Even Pellerud, detém o recorde de mais jogos como técnico e mais jogos vencidos na Copa do Mundo de Futebol Feminino: 25 e 17, em 5 torneios.

# 47 Nenhum técnico que não tenha nascido no país da seleção que treina ganhou a Copa do Mundo de Futebol Feminino.

# 48 Até a manhã de ontem (6), mais de 930.000 ingressos haviam sido vendidos. O jogo de abertura, as semifinais e a final estão todos esgotados.

#49 Charmaine Hooper, da seleção canadense, detém o recorde de cartões amarelos – com 5 punições.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).