Ícone da moda nos EUA, Gloria Vanderbilt morre aos 95 anos

Astrid Stawiarz/GettyImages
Gloria morreu por conta de um câncer de estômago que se espalhou

Resumo:

  • Gloria Vanderbilt, membro de uma das famílias mais célebres dos Estados Unidos, faleceu na manhã de hoje (17), em casa, aos 95 anos, em decorrência de um câncer no estômago;
  • Glória era designer, escritora, pintora e mãe de Anderson Cooper, âncora da CNN;
  • Fortuna da família, calculada em US$ 200 milhões ao final do século 19, esvaiu-se em gastos e por conta do declínio dos negócios.

Gloria Vanderbilt, ícone da moda norte-americana, artista e membro da quinta geração de uma das famílias mais célebres dos Estados Unidos, morreu em casa na manhã de hoje (17), aos 95 anos, segundo seu filho, o âncora da CNN Anderson Cooper.

VEJA TAMBÉM: 4ª mulher mais rica da Rússia morre em acidente aéreo

“Gloria era uma mulher extraordinária, que amava a vida e vivia em seus próprios termos. Ela era pintora, escritora e designer, mas também uma notável mãe, esposa e amiga. Tinha 95 anos, mas pergunte a alguém próximo a ela, e eles diriam a você que ela era a pessoa mais jovem, descolada e moderna que eles conheciam”, disse Cooper, em comunicado.

Segundo o âncora da CNN, Gloria morreu por conta de um câncer de estômago que se espalhou.

Os Vanderbilts são uma das legendárias famílias ricas dos Estados Unidos. Gloria era descendente do magnata ferroviário Cornelius Vanderbilt. A fortuna da família, calculada em US$ 200 milhões no final do século 19, foi gradualmente diluída ao longo das décadas pelo aumento dos gastos (tanto filantrópicos quanto supérfluos) e declínio dos negócios ferroviários.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).