Novo iPhone terá upgrade na bateria

Reprodução Forbes/Hitoshi Yamada/NurPhoto via Getty Images
Para acompanhar a concorrência, versão XR2 terá capacidade de 3110 mAh

Resumo:

  • A capacidade é 5% maior que a do iPhone XR;
  • As baterias serão fabricadas pela Amperes, responsável por fabricar as baterias que não explodem do Galaxy Note 7;
  • Mesmo com o aumento, o tempo de uso pode continuar o mesmo por causa da câmera e das novas tecnologias de tela.

O iPhone XR2 pode não ter nenhum novo recurso, mas a Apple está fazendo seu melhor para acompanhar a concorrência. Os detalhes mais recentes destacam uma bateria melhor. Mas isso fará diferença?

LEIA MAIS: Atualização radical do iPhone vaza “acidentalmente”

A nova bateria tem capacidade relatada de 3110 mAh. Isso é cerca de 5% mais do que a bateria atual de 2942 mAh do iPhone XR.

“As encomendas do pacote de baterias do iPhone XR2 são, supostamente, concedidas à China’s ATL (Amperex), a mesma que faz para os Galaxy Note 7 que não explodem. A nova capacidade da bateria é de 3110 mAh, o que tornaria o sucessor do iPhone XR dono da maior bateria de uma célula do modelo”, diz Daniel Petrov, do portal “PhoneArena”.

Quanto tempo extra os usuários terão com a nova bateria ainda não se sabe. Com o recente relatório da revista “Which?” destacando os números ambiciosos da Apple, resta aguardar os testes de terceiros para confirmar o tempo utilizável.

Dado o pequeno incremento, minha expectativa é de que o uso regular pode ser aproximadamente o mesmo – haverá mais energia disponível, mas a alimentação da câmera atualizada e a acomodação da nova tecnologia de tela podem ser suficientes para consumir os reservatórios, mesmo com os ganhos de eficiência presumidos do iOS 13.

O ponto em comum entre este e outros relatórios sobre o XR2 é que a Apple não tem nada de novo para entregar: uma bateria ligeiramente aumentada, uma câmera que mantém paridade com aparelhos Android com preço semelhante, embora com um layout de lente feio na parte traseira do smartphone, e a retomada da câmera voltada para frente.

Siga a FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).