A preservação dos preservadores

Getty Images

Diálogo democrático entre o pão francês e o hambúrguer diet:

– Essê fogô na forrestá c’est horrorrôs.
– Eu estar avisando a tempo toda: ser culpa do Lava Jato que não jogar um ducha nos queimadas.
– Lavá Jatô? L’operación fascistá?
– No teu língua ser fasciste.
– Je parle portuguá, que nem tuá.
– Sorry, my french. Eu falar pórtuguex muita melhor que a sua. Eu viver aqui na Brazyl.
– L’Amazony c’est notre casá, nous habitons même chose.
– Não falar de meme, please! Eu já virar meme aqui na Brazyl.
– Grand chose. Je suis meme en tout le monde.
– What?! Falar pórtuguex, please.
– Ah, pardon: jê parlê tuá qui je tambián viré meme, mé jê suis meme no mundô interrô.
– Ser impressionante como a francês sempre se achar melhor que a resto. Eu duvidar que sua meme estar em munda toda. Ser como eu falar de Lula: cadê os provas?
– Très facile, mon cherry.
– Falar pórtuguex, please.
– Ah, pardon. Jê prrovê mon sucessô mondiél agorrá: antrê dans le intérnê e vé au Twittér! Minhá carrá de bobô e mes bobagês sur l’Amazony qui jê copiê de Anittá faire gargalhon en tout linguá!
– Ok, eu encontrar aqui os gargalhadas do seu cara na mundo toda. Mas eu estar fazendo gente rir do meu fofocada fantasiado de reportage investigativo por muita mais tempo que you.
– Bien, jê tans que concordér. Su piadá faire longue temporradá de sucessô. Mais jê suis correndô atrrás.
– Yes, my french. Agora você correr atrás do tempo perdida. À la recherche du temps perdu.
– Voilà! Marcel Proust!
– Eu trabalhar com hacker francês que ensinar eu não perder tempo embelezando fake news porque ninguém checar nada. E não perder tempo também com ler Proust que demorar muito.
– Oh! Que desélégânce!
– Não levar a mal, monsieur. Isto ser pragmatisma. Se o amiga querer, minha pessoal fazer um edição caprichado e transformar o obra de Proust numa lindo panfleto de dois páginas em defesa dos girafas do Amazonía.
– Ah, très jolie! Merci beaucoup!
– No precisar agradecer. Só ter o gentileza de passar no caixa do revoluçáo.
– Fundo de preservación de l’Amazony?
– Fundo de preservaçáo dos preservadores.
– Ah, oui! Parfait!
– Parfé cê tuá.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).