Conheça a novidade da Apple que dá um golpe no Facebook

Getty Images
Novo recurso do iOS 13 afeta aplicativos de mensagens e videochamadas

Resumo:

  • Aplicativos que fazem ligações possuem recursos que rodam em segundo plano, característica bloqueada na nova atualização do sistema da Apple;
  • O Facebook e o WhatsApp serão os mais afetados e terão de modificar suas configurações para se adequar ao iOS 13;
  • A Apple impôs abril de 2020 como prazo limite para que os desenvolvedores adequem seus aplicativos.

A Apple anunciou hoje (7) uma nova função do iOS 13, que representa perigos para aplicativos de mensagens e chamadas, como o Facebook e o WhatsApp. No quesito privacidade, a versão atualizada da Apple de seu sistema operacional não permitirá que os aplicativos executem o protocolo de voz sobre internet (VoIP) em segundo plano quando os programas não estiverem ativamente em uso, de acordo com o site “The Information”.

LEIA MAIS: Conheça a nova versão para testes do iOS 13

Muitos aplicativos que oferecem esses tipos de serviços são executados em segundo plano. A justificativa é que, assim, eles podem conectar as chamadas rapidamente. Mas isso também significa que os apps podem coletar informações sobre o que as pessoas estão fazendo em seus dispositivos.

Como a atualização bloqueia essa função em iPhones e iPads, o Facebook e o WhatsApp precisarão ser modificados para cumprir as novas regras da Apple, até o lançamento do iOS 13, em setembro.

Os desenvolvedores de aplicativos têm até abril de 2020 para se adequar. O Facebook disse ao “The Information” que estava em negociações sobre como seguiria com a mudança.

No últimos tempos, o foco da Apple tem sido a privacidade do usuário para se diferenciar de rivais como Google e Facebook. A empresa publicou um anúncio no começo do ano que dizia: “O que acontece no seu iPhone, fica no seu iPhone”. No entanto, isso acabou entrando em xeque no mês passado, depois que foi revelado que os empreiteiros da Apple estavam ouvindo as chamadas da Siri.

IOS 13 traz melhoria em privacidade

O IOS 13 é resultado do foco da Apple na privacidade do usuário. Ele apresenta compartilhamento de localização único, e o recurso “Entrar com a conta Apple” tem sido elogiado por muitos.

A última mudança marca outro golpe na briga entre a Apple e o Facebook. Em janeiro, a Apple removeu o certificado do Facebook para seu programa de desenvolvedores corporativos depois de descobrir que ele distribuía apps que monitoravam a atividade das pessoas. O hacker ético John Opdenakker diz que, como os usuários poderão ver quando um aplicativo está em execução, será “uma séria melhoria na privacidade”.

O pesquisador de segurança independente Sean Wright concorda. “É animador ver algumas empresas, se concentrarem na privacidade de seus usuário”, diz. “Espero que esta mudança também pressione outras empresas que, no passado, não prestaram muita atenção à privacidade do usuário. Assim, inspirando-as a fazerem isso agora. Espero que o Google dê atenção e faça algo semelhante no Android”, finaliza.

VEJA TAMBÉM: Apple e Goldman Sachs começam a emitir cartão de crédito virtual

Como a Apple é pioneira no setor, o especialista em segurança cibernética da ESET Jake Moore diz que a novidade “torna muito mais fácil implementar essas mudanças de segurança e privacidade em outras empresas”.

É tradição da Apple ser inovadora em tecnologias. Esperamos que outras empresas sigam o exemplo para ajudar seus usuários a ter maior controle sobre segurança e privacidade.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).