Os bastidores do Victoria’s Secret Fashion Show

Getty Images
As modelos Taylor Hill, Jasmine Tookes, Elsa Hosk, Adriana Lima, Behati Prinsloo e Candice Swanepoel desfilam pela passarela do Victoria’s Secret Fashion Show de 2018

Depois de muita expectativa, o Victoria’s Secret Fashion Show de 2018 pousou em Nova York, na noite de 8 de novembro, no Pier 94. O show, transmitido pela TV para todo o mundo, retornou à sua cidade natal com as angels Adriana Lima, Behati Prinsloo, Candice Swanepoel, Elsa Hosk, Jasmine Tookes, Josephine Skriver, Lais Ribeiro, Marta Hunt, Romee Strijd, Sara Sampaio, Stella Maxwell e Taylor Hill — apenas algumas das 60 mulheres que desfilaram pela passarela.

LEIA MAIS: Como uma marca de lingerie passou a ditar moda

Nos bastidores antes do show, a sala brilhava em tons de rosa. Mega hairs balançavam enquanto as melhores modelos do mundo se preparavam para andar pela mais famosa das passarelas. Elas passaram pelas estações de cabelo e maquiagem, guiadas pela magnata da beleza Charlotte Tilbury e pelo cabeleireiro Anthony Turner, que colaborou com o visual divino para o show deste ano, mesclando cinza e rosa claro e cachos soltos para dar um verniz natural e despretensioso.

Getty Images
Winnie Harlow fez história como a primeira modelo com vitiligo a percorrer a pista do Victoria’s Secret Fashion Show

Bella e Gigi Hadid voltaram ao desfile pela terceira vez neste ano, ao lado da modelo Kendall Jenner, do clã Kardashian. As supermodelos foram acompanhadas por outras que chegaram chegando, caso da novata Winnie Harlow, que fez história como a primeira modelo com vitiligo a percorrer a pista.

“Estou muito animada por estar aqui. É incrível termos mais representação em tudo, de tapetes vermelhos a filmes, passando pela TV, passarela e capas de revistas. Fico feliz de ser a pioneira hoje e de mostrar alguma diversidade”, disse Harlow nos bastidores.

Juntando-se a ela, estavam os adventícios Josie Canseco, Sadie Newman e Kelsey Merritt — a primeira filipina a entrar no Victoria’s Secret Fashion Show.

A principal joia e tradição do show, o “Fantasy Bra”, sutiã incrustado de pedras preciosas,
foi usado pela angel Elsa Hosk. O sutiã foi feito com topázio “de origem responsável” e diamantes 100% criados pela Swarovski. Avaliado em US$ 1 milhão, o acessório conta com mais de 2,1 mil diamantes e uma peça central de 71 quilates em prata esterlina, conjunto que levou mais de 930 horas para ser montado. Agora, essa peça de princesa estará disponível para qualquer madame, em versão mais simplinha com cristais Swarovski, pela bagatela de US$ 250 (R$ 950).

VEJA TAMBÉM: Estudante de 22 anos cria luxuosa marca de lingerie

Também vestida em cristais estava Romee Strijd, que carregava no corpo o “Shooting Star”, modelito da Swarovski deste ano. O traje incluía um body preto e um par de asas de 12 quilos com mais de 125 mil cristais. Esta é a quinta aparição de Strijd no desfile.

O show deste ano contou com um grupo eclético de artistas: Halsey, Rita Ora, The Struts, Bebe Rexha, Kelsea Ballerini, Shawn Mendes e The Chainsmokers. Cada artista abriu um tema da apresentação, desde a linha PINK até a colaboração de Mary Katranzou. A designer londrina, conhecida como a “Rainha das Estampas”, projetou uma coleção exclusiva com o estilo sexy e glamouroso da Victoria’s Secret. As modelos usaram peças ousadas e enfeitadas que variavam de calças esportivas e estampadas a um vestido de comprimento médio cravejado de joias. Para cada look, as asas e os saltos estelares do designer Brian Atwood. O designer de sapatos participou pelo quarto ano do evento, com uma coleção com 100 pares de sapatos — de 18 estilos diferentes.

Getty Images
A principal joia e tradição do show, o “Fantasy Bra”, sutiã incrustado de pedras preciosas,
foi usado pela angel Elsa Hosk

Apesar da recente reação negativa à imagem hiper-sexy da marca, o show deste ano foi mais tranquilo que nunca. A apresentação foi aberta com um vídeo em que as modelos discutiam a irmandade que a grife proporcionava a elas e como isso permitia que se sentissem empoderadas na própria pele. Vídeos de montagem de antigas angels, momentos nos bastidores e uma visão exclusiva do processo de seleção de elenco mostraram o esforço ativo da marca para melhorar a reputação. Outro momento forte surgiu quando Adriana Lima, que já desfilou em 18 edições, anunciou sua aposentadoria do Victoria’s Secret Show e caminhou pela última vez, ovacionada de pé.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).