20 tendências gastronômicas para 2019

Getty Images
Sustentabilidade é um dos temas, assim como a acessibilidade e o retorno ao clássico em vez de invenções

Com a chegada de um ano novo, as tendências gastronômicas tornam-se quase obsessões. A The Door, uma agência de consultoria em culinária e hospitalidade, entrevistou mais de 50 especialistas no assunto nos Estados Unidos para conhecer suas previsões para o próximo ano. Sustentabilidade é um dos temas, assim como a acessibilidade e o retorno ao clássico em vez de invenções. Renomados chefs como Stephanie Izard (Girl & The Goat), Mark Rosati (Shake Shack), Nicholas Papadatos (Freedman’s LA), Lorena Garcia (Chica), Marc Murphy (Landmarc) e muitos outros participaram da lista final da The Door.

LEIA MAIS: FORBES elege os melhores restaurantes de NY em 2018

“Enquanto a cozinha ‘fusion’ – a mistura de elementos de diversas tradições culinárias – parece datada, muitas outras celebram os ingredientes e sabores de outras culturas há um bom tempo”, diz Stephanie Izard, do restaurante Chicago’s Girl & The Goat. “O Peru, por exemplo, tem uma rica história de incorporação de sabores chineses, japoneses e espanhóis em sua culinária. Então, em vez deste termo, 2019 parece um ótimo ano para celebrar todas as colaborações e inspirações naturais que vêm de viver e cozinhar a partir da fusão de tradições.”

Confira, na galeria de fotos abaixo, as 20 tendências gastronômicas para 2019:

  • 1. Restaurantes que oferecem refeições durante todo o dia.

  • 2. Vinhos baratos nos cardápios.

  • 3. Pessoas desconectadas enquanto comem (ou seja, sem ostentar a sua refeição no Instagram).

  • 4. A culinária “Melting Pot”, composta pela mistura de elementos tradicionais de diversas cozinhas .

  • 5. Kelp, kelp e mais kelp. Trata-se de uma alga marinha com propriedades nutritivas, capaz de proporcionar vários benefícios à saúde.

  • 6. Restaurants keeping notes on guests. Este tipo de estabelecimento registra as preferências dos clientes para, no futuro, oferecer experiências personalizadas.

  • 7. Pratos adaptados para quem tem alergia.

  • 8. Proteínas de plantas.

  • 9. Chocolates híbridos ou “com sabor”.

  • 10. Apresentações na mesa.

  • 11. Produções “imperfeitas”, também chamadas de “feias”.

  • 12. Menus boutique.

  • 13. Técnicas da culinária clássica em vez de invenções.

  • 14. Cardápios com os valores nutricionais dos pratos.

  • 15. Alimentos fermentados e preservados – vinagre caseiro, molho picante e kombucha.

  • 16. Enormes suculentas.

  • 17. Peixes de captura acidental.

  • 18. Consolidação de todos os serviços de delivery em casa.

  • 19.A volta dos restaurantes “swag”. Mais do que restaurantes, alguns locais são verdadeiras marcas, com itens como canecas, camisetas e bonés à venda para os clientes.

  • 20. Coquetéis sem álcool.

1. Restaurantes que oferecem refeições durante todo o dia.

Já está no disponível no aplicativo ForbesBrasil a edição 64 com a lista Under30.

Baixe o app na Play Store ou na App Store.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).