Chegou ao Brasil o chocolate rosa millennial

Getty Images
Chocolate rosa sem corantes é a novidade da fabricante belga, primeira inovação em décadas

Você provavelmente está se perguntando se é realmente novidade que alguém lance um chocolate cor de rosa. Eu mesmo fiquei um tempão pensando nisso quando soube da chegada do produto, lançado no Brasil nesta semana pela Barry Callebaut, peso-pesado do segmento premium. Principalmente porque a empresa anunciou a iguaria como a primeira grande inovação em oitenta anos – a última havia sido a versão branca, criada pela Nestlé.

LEIA TAMBÉM: Empresa aluga jato para quem quer fingir riqueza no Instagram

O que há de novo, nesse caso, é o fato de o chocolate ficar dessa cor SEM adição de corantes. Não é aquele com sabor morango radioativo da infância 80’s e 90’s. A marca é dos poucos fabricantes que controlam todo o processo de produção: da seleção à torrefação, moagem e preparo da massa de cacau. Selecionou, portanto, uma variação da matéria-prima que resulta num produto cor de rosa – sim, no tom millennial, para atender à demanda da geração que hoje representa um quarto da população mundial e impacta todas as tendências de consumo.

Getty Images
O desenvolvimento do produto consumiu dez anos de pesquisa, e chega no momento em que o rosa millennial está em alta

O chocolate rosa nasce do cacau ruby, encontrado em regiões produtoras como Equador, Costa do Marfim e Brasil. Tem sabor frutado levemente ácido e harmoniza bem com com diversos tipos de castanhas, café, chás, queijos e ervas. Parece que na Europa provaram com champanhe rosé e ficou muito bom, um teste que vale a pena reproduzir por aqui, convenhamos. Também vai bem com cervejas e ingredientes salgados.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).