Cobertura de US$ 58 mi é uma das mais caras de NY

Reprodução/Forbes
Apartamento fica em NoMad, bairro com forte aumento de residências de luxo

RESUMO

  • Em Nova York, um antigo armazém industrial do período pré-guerra (1912) foi transformado em um condomínio de luxo de 48 apartamentos;
  • O edifício já está 90% vendido e restam apenas seis unidades. Uma dessas é a cobertura de 929 metros quadrados, que custa US$ 58 milhões;
  • O aumento na demanda resultou em dois andares inteiramente novos para criar essa unidade de três pisos e torná-la uma das maiores propriedades do bairro;
  • A moradia está no Top 20 das mais caras de NY.

Edifícios pré-guerra trazem glamour, autenticidade e muitas dores de cabeça. Para transformar um antigo armazém industrial de 1912 em um condomínio de luxo de 48 unidades, os empreendedores tiveram de lutar com uma estrutura de aço que não subiu em linhas retas e pedaços da fachada que estavam em ruínas e desabaram.

LEIA MAIS: Por dentro das coberturas de US$ 50 mi da Park Avenue

A grande reforma não impediu as vendas na 212 5th Avenue, quando os empresários anunciaram que o prédio já estava 90% vendido e restavam apenas seis apartamentos. Uma dessas unidades é a cobertura de 929 metros quadrados, avaliada em US$ 58 milhões. O valor anterior era de US$ 73,8 milhões, o que classificou a propriedade como uma das mais caras de Nova York. Mesmo com a redução, ela ainda faz parte do Top 20 do ranking das residências mais caras da cidade.

O triplex de cinco quartos e oito banheiros fica no bairro NoMad (norte do Madison Square Park), que tem presenciado um forte crescimento na quantidade de condomínios de luxo que chegam ao mercado. A região ainda não está na lista das vizinhanças mais caras de Manhattan, mas, de acordo com dados da corretora de imóveis Redfin, o preço médio de tabela para uma casa por lá é de US$ 2,79 milhões, e os valores tiveram alta de 8,2% desde março do ano passado. O número de imóveis à venda diminuiu 8,4% no mesmo período.

A popularidade do bairro só cresce, à medida que os edifícios antigos são transformados em novas moradias. O aumento da demanda deu à equipe de desenvolvimento, a Madison Equities, a ideia de construir dois andares inteiramente novos para criar a unidade de três pisos e torná-la uma das maiores propriedades do bairro. A cobertura tem, ainda, 465 metros quadrados de espaço ao ar livre – parte dele tem um piso construído de vidro para fornecer uma clarabóia para os interiores abaixo.

Veja, na galeria de fotos abaixo, detalhes da cobertura de US$ 58 milhões de Nova York:

  • Os interiores, projetados pela Pembrooke & Ives, mantiveram as características, especialmente na cozinha, com uma paleta bege e eletrodomésticos nas paredes da sala. Ainda há a copa em uma das extremidades da cozinha.

  • A suíte master, com sete ambientes, conta com uma sala de estar adjacente que leva para outro quarto principal, dois closets, um banheiro grande e um hall com um balcão de comida, para não precisar ir até a cozinha.

  • Como mostra a foto, as janelas industriais da antiga versão do prédio foram preservadas e ajudam a unidade a parecer tão espaçosa.

  • O solário com portas de vidro deslizantes tem uma bela vista para o terraço.

  • A sala de estar com lareira também tem uma pequena clarabóia para deixar a luz entrar.

Os interiores, projetados pela Pembrooke & Ives, mantiveram as características, especialmente na cozinha, com uma paleta bege e eletrodomésticos nas paredes da sala. Ainda há a copa em uma das extremidades da cozinha.

 


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).