Exposição SP-Foto aproxima fotografia brasileira e cena internacional

Divulgação
Evento é gratuito e busca “valorizar e dar visibilidade aos artistas nacionais”

Resumo:

  • Mostra SP-Foto tem 43 galerias e artistas e obras de mais de 300 fotógrafos brasileiros e estrangeiros;
  • Exposição fica em exibição no Shopping JK Iguatemi, gratuitamente, até 25 de agosto;
  • Obras podem ser compradas por valores que giram entre R$ 1.000 e R$ 300 mil.

Começa hoje (21) a 13ª SP-Foto – Feira de Fotografia de São Paulo. A exposição é gratuita e fica em cartaz até o dia 25 de agosto no shopping JK Iguatemi, em São Paulo. Ao todo, são 43 galerias e artistas expondo obras de mais de 300 fotógrafos. Entre os artistas renomados, estarão com fotos expostas Francesca Woodman, Rochelle Costi, Gordon Matta-Clark, Cinthia Marcelle, German Lorca, Miguel Rio Branco, Sebastião Salgado, Luiz Braga e Mauro Restiffe.

LEIA MAIS: Fotógrafo escocês que vende £ 9 mi ao ano, David Yarrow abre exposição em SP

“A fotografia é uma linguagem contemporânea por excelência. Com a feira, buscamos atingir desde o público especializado até os que não possuem tanta intimidade com essa arte”, explica Fernanda Feitosa, diretora e fundadora da SP Arte, que organiza o evento.

Na edição do ano passado, 18 mil pessoas visitaram a mostra. A expectativa para 2019 é ultrapassar o número. Segundo a diretora, a feira tem cunho comercial, já que busca mostrar, principalmente, as obras nacionais e o trabalhos das galerias para um público diverso. “É também uma oportunidade para começar a própria coleção de fotos”, complementa a fundadora. O preço médio das obras é de R$ 30 mil, com valores que podem ir de R$ 1.000 a R$ 300 mil.

Além das obras, o evento também conta com atividades como o Meet the Artists e a parceria inédita com a Escrevedeira, espaço de eventos literários. A programação da SP-Foto também convida sete especialistas estrangeiros ligados a instituições renomadas de arte contemporânea. Entre elas, as curadoras Margot Norton (New Museum, EUA), Barbara Tannenbaum (Cleveland Museum, EUA) e Julieta González (Jumex, México).

Destaques

O evento traz nomes nacionais e internacionais. A Mendes Wood DM, galeria brasileira que atua no exterior, exibe uma série em cores da fotógrafa Francesca Woodman, expostas em 2017 na Fondation Henri Cartier-Bresson (França), e registros das intervenções de Gordon Matta-Clark, conhecido pela a expansão das artes visuais na Nova York dos anos 1970. Também se destacam na seleção da galeria os artistas brasileiros Luiz Roque e Sofia Borges.

A Vermelho destaca as artistas Cinthia Marcelle, única brasileira com menção honrosa na Bienal de Veneza, e Ana Maria Tavares, que apresenta obra inédita da série “Skena in Acqua”, com fotografias bordadas.

A Dan Galeria apresenta o espanhol José Manuel Ballester com uma série de imagens emblemáticas de São Paulo que retratam ícones como o Pavilhão Ciccillo Matarazzo e o Edifício Copan. O britânico Martin Parr tem suas fotografias expostas pela Galeria Lume, que retratam com humor e sarcasmo os costumes da contemporaneidade.

Ao todo, a SP-Foto reúne mais de 80 anos de história da fotografia. A MaPa revela obras vintage da coleção de Kim Esteve, com artistas fundamentais para o movimento, a exemplo de Helmut Newton e Larry Clark. A Utópica destaca o legado que ícones como German Lorca e José Yalenti deixaram para a formação da fotografia moderna no Brasil.

Setor editorial e museus

Pela primeira vez, a SP-Foto tem um setor dedicado às principais editoras voltadas a produção de fotolivros e outras publicações relacionadas ao fazer fotográfico. A proposta é oferecer prints e livros especiais com valores acessíveis ao público. Estão presentes as editoras Cobogó, Taschen, BEI Editora, Editora Madalena, Fotô Editorial, Lovely House, Terra Virgem e YOW.

O MASP também debuta na Feira com os catálogos de suas principais mostras, como “Foto Cine Clube Bandeirante: do arquivo à rede”. E o MAM retorna ao evento com seu tradicional Clube de Fotografia, uma assinatura anual com edições limitadas de importantes fotógrafos brasileiros.

Em parceria com a Vivo, a mostra tem visitas guiadas com os especialistas Paola Fabres, Isabella Lenzi e Gustavo Colombini, passando pela história da fotografia, sua presença na modernidade e outros temas que abrangem as obras.

Veja, abaixo, algumas fotografias que integram a SP-Foto:

  • Sebastião Salgado – Galeria Mario Cohen

    Título: Índia da população Zo’é é amamentado criança
    Data do trabalho: 2009

  • Martin Parr – Galeria Lume

    Título: Série Beach Therapy
    Ano: 2018

  • Luciana Magno – Janaina Torres

    Sem Título – Série: Orgânicos
    Ano: 2014

  • Pachi Santiago – Galeria Zielinsky

    Título: Disfraz
    Ano: 2016

  • Ayrson Heráclito – Portas Vilaseca Galeria

    Título: Feijoada de Ogum – feijoada e colar
    Ano: 2014

  • Cinthia Marcelle – Vermelho

    Título: Gigante detrás
    Data do Trabalho: 2006/2010
    Técnica: impressão Fine Art com tintas pigmentadas

Sebastião Salgado – Galeria Mario Cohen

Título: Índia da população Zo’é é amamentado criança
Data do trabalho: 2009

Serviço
13ª SP-Foto
De 21 a 25 de agosto, das 17h às 21h (21), das 14h às 21h (22, 23 e 24) e das 14h às 20h (25).
Entrada gratuita.
Shopping JK Iguatemi (av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2.041, 3º piso, Vila Olímpia, São Paulo).

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).