13 lugares para visitar na próxima estação

iStock
Em se tratando de turismo, todos viajam no verão, mas apenas os viajantes mais interessantes viajam no outono

No Hemisfério Norte, o outono está cada vez mais perto. O que significa que, mais uma vez, inicia-se a época mágica do ano para o turismo, quando as temperaturas começam a cair e os preços de voos e hotéis caem pelo menos um pouco.

LEIA MAIS: Conheça o melhor dos refúgios panamenhos

Particularmente, essa é a minha temporada secreta para encontrar ofertas, escapar de multidões e descobrir belos novos destinos em todo o mundo.

Em se tratando de turismo, todos viajam no verão, mas apenas os viajantes mais interessantes viajam no outono. Bem-vindo ao clube.

Portanto, pedi para algumas pessoas que viajam muito me darem os destinos que eles acham que devem estar no radar neste outono.

Veja, na galeria de fotos abaixo, as principais escolhas de turismo para a próxima temporada de 13 dos melhores fotógrafos, cinegrafistas, escritores de viagens, blogueiros e editores:

  • Onde: Baviera, sul da Alemanha
    Recomendado por Emmett Sparling, fotógrafo e cinegrafista

    Por quê?: “A Alemanha tem algumas das melhores cores de outono que já vi. Para tornar as coisas ainda melhores, há um castelo, uma ponte medieval ou uma igreja impressionante em cada esquina. A combinação desses elementos faz com que a Baviera pareça um conto de fadas.”

    Dica: “Alugue um carro. Esta é a melhor maneira de explorar a Baviera. É um lugar relativamente pequeno, então, tudo é fácil de alcançar de automóvel (de 1 a 3 horas, no máximo). Pesquise alguns castelos na área para que você possa ver os mais legais. Não esqueça sua câmera!”

  • Onde: Torres del Paine, Chile
    Recomendado por Amanda Ho, editora

    Por quê?: “Há um espírito distinto que incorpora a região da Patagônia, famosa por seu terreno acidentado, picos andinos recortados e lar de algumas das maiores geleiras do mundo. Uma viagem a Torres del Paine, no Chile, é uma humilde e gratificante aventura. Planeje sua jornada para o final do outono (a temporada vai de setembro até o início de dezembro) para ter longas horas de luz do dia, menos vento e temperaturas mais quentes. Como a Patagônia fica ao sul da linha do Equador, você estará indo para a primavera chilena e, enquanto a neve derrete, os avistamentos de animais aumentam, e a flora e a fauna estão na sua melhor época.”

    Dica: “Se há uma caminhada que você deve fazer em Torres del Paine é para o Mirador Las Torres. Embora todo o Circuito W demore entre 4 ou 5 dias, você pode fazer a primeira parte da rota em um único dia. Prepare-se para um desafio de nove horas, como a caminhada de mais de 18 km, que o levará até as icônicas torres de granito que se erguem sobre uma piscina glacial azul-esverdeada. A última hora é a mais cansativa, mas vale a recompensa.”

  • Onde: Itália
    Recomendado por: Aaron Brimhall, diretor e fotógrafo

    Por quê? “Eu dirigi do norte da Itália (Tirol) para Nápoles em poucos dias. Foi provavelmente um dos países mais bonitos que já vi. Durante o outono, este país tem uma vegetação incrível e é magnífico em qualquer parte. Definitivamente, está no meu top 3 de lugares em que já estive.”

    Dica: “Eu não remo de jeito nenhum, mas nós levamos um barco inflável para a Itália e remamos em Capri e na Costa Amalfitana. Definitivamente, recomendo. É realmente divertido e relaxante, quando você está voltando para a cidade, está na água ou em um lago nas montanhas do sul do Tirol.”

  • Onde: Cuzco e Machu Picchu, Peru
    Recomendado por: Michelle Halpern, escritora de viagens e fotógrafa

    Por quê?: “Cuzco e Machu Picchu, no Peru, são destinos únicos que devem estar nas listas de todos, mas as pessoas tendem a ignorar a temporada de outono na América do Norte como um momento ideal para visitá-los. O Peru encara massas de multidões durante a estação seca de abril a setembro, mas, apesar dos níveis mais altos de chuvas, é muito mais vantajoso viajar no outono, quando as férias de verão norte-americanas e europeias terminam e as multidões e os preços diminuem. Outras vantagens de visitar o Peru durante este período incluem temperaturas mais altas e vegetação verde devido ao aumento de chuvas, também conhecido como fotos mais bonitas”.

    Dica: “Antes de reservar seus voos, acomodações ou qualquer outra coisa, certifique-se de garantir a parte de Macchu Picchu que estará no seu itinerário primeiro. Especialmente para aqueles interessados ​​em uma das trilhas de vários dias ou na caminhada até Huayna Picchu, essas experiências podem ser reservadas com meses de antecedência, portanto, salvar seu lugar deve ser prioridade no processo de planejamento da viagem.”

  • Onde: Grécia
    Recomendado por Daniel Schwartz, editor

    Por quê?: “A Grécia durante o outono é um lugar mágico. Os preços caem, as multidões diminuem e as temperaturas permanecem quentes sem risco de insolação, tornando-se o melhor momento para percorrer as ruas de Atenas em busca do principal da cidade, como nadar em uma ilha no mar Egeu e fingir que o verão nunca terminou. As cidades presas no passado ganham um novo charme durante o outono, quando a colheita dá vida às muitas vinícolas, oliveiras e tabernas tradicionais do país. É um outro lado da Grécia e merece uma visita”.

    Dica: “Para uma aventura fora do comum, vá para a casa dos centauros: Monte Pelion, uma viagem de quatro horas ao norte de Atenas. A região mítica tem de tudo: fazendas, exuberantes florestas douradas, praias isoladas e cidades montanhosas que saíram diretamente de um livro de histórias. Volos, a cidade portuária na base da montanha, é conhecida por sua tradição meze – pratos pequenos, que vem dos gregos que viviam na Turquia. O melhor local para mergulhar na atmosfera é Tsipourádiko, em que tapas gregas são servidas acompanhadas de rodadas de uma espécie de grappa (bebida alcóolica italiana) chamada tsipouro.”

  • Onde: sul da Califórnia
    Recomendado por: Kiersten Rich, editora

    Por quê?: “Embora seja um ótimo destino durante o ano todo, a Califórnia está no seu melhor nos meses de outono! O sul tem “verões indianos”, o que significa que ainda temos dias quentes (chegando a 27°C) em outubro, praias menos lotadas e um pôr-do-sol incrível, só possível no outono.”

    Dica: “O turismo para o sul da Califórnia cai em setembro, assim que as escolas começam a funcionar, então, faça sua viagem no final de setembro ou início de outubro para ter o melhor clima e menores taxas de acomodação!”

  • Onde: Costa Mediterrânea do Norte de Israel
    Recomendado por: Ross Belfer, publisher

    Por quê?: “Possivelmente, é a última fronteira de praias intocadas do Mediterrâneo que não são invadidas por turistas e que são construídas com uma infraestrutura de hospitalidade intransigente. O que torna essa região tão especial é o fato de que ela está sob o radar e abriga restaurantes espetaculares, vinícolas, hotéis e locais culturais e naturais que satisfazem os sentidos até dos viajantes mais exigentes.”

    Dica: “Confira as praias de Beit Yanai, Michmoret e Arsuf, semelhantes às de Malibu, onde enormes penhascos de areia caem do céu e colidem com o cintilante Mar Mediterrâneo. Para surfistas e entusiastas da água, a melhor época para explorar a costa mediterrânea de Israel é o final do outono ou início do inverno, quando a temperatura é agradável, enquanto o resto do Hemisfério Norte se prepara para o frio do inverno”.

  • Onde: San Miguel de Allende, México
    Recomendado por: Joanna Riquett, editora

    Por quê?: “Esta é a época do ano em que tagetes cobrem as ruas em um belo manto de ouro, o clima se mantém estável na primavera durante o dia, com noites frias, e é a época em que o México celebra um dos seus maiores feriados: Dia dos Mortos.”

    Dica: “Localizada 270 km ao norte da Cidade do México, ou uma viagem de três horas e meia, San Miguel de Allende é uma pequena cidade colonial conhecida como mágica por oferecer uma bela experiência por meio de tradições, beleza natural, arquitetura, gastronomia, folclore, artes e artesanato e muito mais.

    Meu trabalho é projetar experiências de viagem e sempre considero fatores como acessibilidade, exclusividade, conforto e luxo, acesso à natureza, cultura, tradições e a capacidade de surpreender as pessoas. Por isso, San Miguel de Allende é um de meus destinos favoritos para trazer visitantes.

    Essa também é uma cidade que atrai todos os tipos de criativos. Assim, quando você visita, pode apreciar uma miríade de profissionais talentosos que a escolheram como base criativa. Certifique-se de passar pela loja Doce18 para visitar Armour Jewelry e Carla Fernandez, e experimentar a variedade de alimentos e bebidas disponíveis.

    A uma hora de distância, em Querétaro, encontra-se a Fabrica Textiles Hércules, antes uma fábrica têxtil e que, agora, abriga vários artistas, marcas e restaurantes. Lá, não deixe de visitar Caralarga, uma das minhas marcas artesanais favoritas que trabalham com materiais orgânicos. E, claro, passeio de balão de ar quente, caminhadas de aventura, cavalgadas, rituais temazcal e spas de águas termais estão na programação do dia.”

  • Onde: Charleston, Carolina do Sul
    Recomendado por: Tom Marchant, especialista em turismo

    Por quê?: “Enquanto os meses de verão são inegavelmente sonhadores, Charleston no outono é pura magia, à medida que as folhas surgem e o charme da cidade colonial aumenta, acrescentando vitalidade a seus inúmeros edifícios pastéis e ruas de paralelepípedos. O clima é simplesmente perfeito, parecido com o de meados dos anos 1970, para que você não perca as experiências de clima quente encontradas apenas neste imponente posto avançado da Carolina do Sul.

    Para experimentar o rico patrimônio cultural e arquitetônico da cidade, o outono é um momento privilegiado para visitar, quando acontecerem os passeios da estação nas residências (“Fall Tours of Homes”), bem como o “Taste of Charleston”, que vale a pena para conhecer uma variedade incrível de comidas e bebidas locais. Charleston tem uma vibe gentil, mas movimentada, um aceno para o passado que surge em direção ao futuro com algumas das melhores ofertas gastronômicas nos Estados Unidos. O outono traz consigo a estação de ostras, e Charleston é uma casa natural com seus muitos pântanos, riachos e belas costas que criam deliciosas ostras salgadas. Experimente The Ordinary para incríveis sliders de ostras e uma fantástica torre de crustáceos. Descanse no The Belmond Charleston Place, um hotel magnífico com um spa exclusivo”.

    Dica: “Não perca o nascer do sol na orla marítima, vá para a rua cedo no Waterfront Park, absorvendo a tranquilidade da cidade antes do sol, é uma maneira especial de conhecer as ruas cheias de história de Charleston. É um momento perfeito para reflexão: observar o sol se elevar majestosamente sobre a água.

    Se você tiver tempo, faça um passeio pelos pântanos, de caiaque ou canoa, e contrate um guia. Fique atento a golfinhos, peixes-boi e pelicanos, entre outras belezas.”

  • Onde: North Conway, New Hampshire
    Recomendado por: Jess Ann Kirby, editora

    Por quê?: “A folhagem em North Conway vai literalmente o parar em suas trilhas. Você ainda pode apreciar algumas das mais belas paisagens de New England sem multidões.”

    Dica: “Vá no meio da semana e faça um passeio matinal pela Rodovia Kancamangus. Pare ao longo do caminho na Rocky Gorge Scenic Area e depois desfrute de panquecas no Flapjack’s. Alugue um AirBnB em vez de um quarto de hotel para realmente se sentir como um morador local durante a estadia.”

  • Onde: Colômbia
    Recomendado por: Sinuhe Xavier, diretor e fotógrafo

    Por quê?: “A Colômbia já é linda, vê-la de moto a torna ainda mais imersiva. A Colômbia tem duas temporadas: a chuvosa e a seca. O final do outono é o fim da estação chuvosa, mantendo a poeira baixa, com chuvas intermitentes e temperaturas suportáveis​​.”

    Dica: “Contrate Mauricio Escobar, da Elephant Expeditions, e vá de Bogotá a Puerto Carreno, na fronteira com a Venezuela”.

  • Onde: Parque Nacional de Yosemite
    Recomendado por: Lucie Josma, editora

    Por quê?: “O Parque Nacional de Yosemite é um dos destinos mais pitorescos em que já estive e, melhor ainda, é repleto de atividades de outono perfeitas para mantê-lo ocupado por quantos dias você desejar. Minhas atividades favoritas são passeios a cavalo, passeios de barco, caminhadas e acampar com um grupo de amigos. Ao visitar, adoro ficar no The Pines Resort, que fica a uma curta distância, de carro, da entrada sul do Parque Nacional de Yosemite e oferece passeios de barco e canoagem ao longo de Bass Lake, apenas a poucos passos de seu quarto.”

    Dica: “Certifique-se de sair para explorar o parque o mais cedo possível (das 5h às 6h) para não encarar as multidões. E quando for a hora de relaxar, não deixe de experimentar o Madera Wine Trail, onde você pode provar alguns dos incríveis vinhos que a Califórnia tem a oferecer.”

  • Onde: Parque Nacional de Snowdonia, País de Gales
    Recomendado por: Jade Broadus, jornalista especializado e fotógrafo

    Por quê?: “Uma vez que estamos em setembro, toda a Inglaterra fica em um ritmo muito mais lento, e sair das grandes cidades e entrar no campo é uma alegria absoluta. Você, inclusive, pode até ser o único visitante por quilômetros. De Manchester, o Parque Nacional de Snowdonia fica a cerca de duas horas e meia de carro, embora você irá querer parar várias vezes ao longo do caminho até o seu destino final. Esta é uma daquelas viagens que é toda sobre a jornada, com destaques para a caminhada ao pico mais alto nas Ilhas Britânicas (fora de Edimburgo), surfe no Mar da Irlanda, fotos de papagaios-do-mar e acordar ao som de ovelhas. Planeje uma noite no Wes Anderson, no estilo Royal Victoria Hotel, ou acampe à beira de um dos lagos.”

    Dica: “Você não sabe o que é preciso para dirigir na Inglaterra? Não se preocupe. Há trens e ônibus que o levam à Snowdonia com bastante facilidade. Caso contrário, alugue o carro e planeje sua viagem no sentido anti-horário de Manchester, encerrando-a em Londres. Você poderá atingir todos os pontos altos do parque nacional e ver alguns outros pelo caminho.”

Onde: Baviera, sul da Alemanha
Recomendado por Emmett Sparling, fotógrafo e cinegrafista

Por quê?: “A Alemanha tem algumas das melhores cores de outono que já vi. Para tornar as coisas ainda melhores, há um castelo, uma ponte medieval ou uma igreja impressionante em cada esquina. A combinação desses elementos faz com que a Baviera pareça um conto de fadas.”

Dica: “Alugue um carro. Esta é a melhor maneira de explorar a Baviera. É um lugar relativamente pequeno, então, tudo é fácil de alcançar de automóvel (de 1 a 3 horas, no máximo). Pesquise alguns castelos na área para que você possa ver os mais legais. Não esqueça sua câmera!”

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).