Os 10 pratos mais baratos do guia Michelin

O Guia Michelin é a grande autoridade mundial em gastronomia. Os chefs dos melhores restaurantes do mundo todo trabalham duro para obter as famosas estrelas da publicação. Os amantes da culinária se deixam conduzir por elas. O frisson em torno das estrelas, no entanto, não necessariamente se traduz em preço caro. Na verdade, pelo mundo todo é possível encontrar opções deliciosas, destacadas pelo Michelin, por menos de US$ 50.

VEJA TAMBÉM: Os restaurantes estrelados do Guia Michelin 2018 São Paulo e Rio de Janeiro

A maior parte dos turistas investe tempo em pesquisar refeições que sejam atraentes, elogiadas e inovadoras, restaurantes recém-inaugurados e novos chefs no pedaço. Turistas loucos por gastronomia se dispõem a viajar longas distâncias e aguardar em filas quilométricas por boa comida. Alguns topam desembolsar altas quantias em refeições de preço picante, ao passo que outros filtram as opções acessíveis. Os foodies com orçamento apertado e os mais atentos aos gastos de consumo tendem a deixar de lado informações sobre ambiente e tempo de espera e se ater aos custos que devem ter.

Não importa que tipo de gourmet você é. Ao planejar suas próximas férias gastronômicas, considere criar um roteiro de sabores com base no ranking das 50 refeições mais baratas do Michelin. Com restaurantes de uma e de duas estrelas garimpados do guia, a lista foi organizada pela Traveloka, agência dedicada à emissão de passagens aéreas e reservas em hotéis que se propôs a desafiar o mito de que o privilégio da marca estrelada só está disponível para quem tem dinheiro. E uma boa notícia para os brasileiros: a relação inclui São Paulo.

Durante o levantamento, a Traveloka descobriu, por exemplo, que oito das 10 refeições mais baratas do Guia Michelin estão no leste e sudeste da Ásia — algumas custam menos de US$ 3. A refeição de menor preço da lista custa míseros US$ 2,20 e é vendida do Liao Fan Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice & Noodle, uma barraca de comida de rua em Singapura. Na Europa, a opção mais acessível está entre Barcelona e Valência, na Espanha: um menu de almoço fixo no L’Antic Moli, por apenas US$ 16,90. Nos EUA, a refeição estrelada mais em conta está no Al’s Place, em São Francisco, a US$ 18.

Embora a grande maioria dos restaurantes tenha alcançado uma única estrela Michelin, o Tuju, um estabelecimento duplamente estrelado em São Paulo, também faz parte da lista. Lá, um almoço sai por apenas US$ 21,80. Segundo a Traveloka, quem provasse de todas as refeições da lista das 50 mais baratas gastaria algo como US$ 1.759, o equivalente à conta que se paga em um dos restaurantes mais caro do mundo, o Sublimition de Ibiza, onde um menu fixo custa US$ 1.761.

E AINDA: São Francisco é a cidade com mais restaurantes três estrelas Michelin nos EUA

Mas comer em 50 lugares espalhados pelo mundo é complicado. Para facilitar a sua vida, filtramos mais a lista. Confira abaixo os 10 pratos mais baratos Guia Michelin.

  • 10º. Al’s Place, São Francisco, EUA

    Gastronomia do norte da Califórnia, forte em frutos do mar oriundos da região.

  • 9º. L’Antic Moli, El Castell, Espanha

    Localizado entre Barcelona e Valência, este local acolhedor tem menus diários, servidos em um belo estabelecimento.

  • 8º. Lao Zheng Xing, Xangai, China

    O restaurante mais antigo da cidade de Xangai criou pratos clássicos, como camarões de água doce fritos.

  • 7º. Three Coins, Taipei, Taiwan

    Segundo o Michelin, o Three Coins é um clássico cantonês, com toques taiwaneses.

  • 6º. Ginza Ibuki, Tóquio, Japão

    Se você procura um almoço kaiseki casual, pare no Gina Ibuki para provar o peixe grelhado teishoku.

  • 5º. Jay Fai, Bangkok, Tailândia

    Experimente pratos de frutos do mar preparados numa panela wok de um vendedor de rua em Bangkok.

  • 4º. Chugokusai S.Sawada, Osaka, Japão

    Um restaurante chinês com sede em Osaka, no Japão. Serve uma variedade de pratos fixos no almoço.

  • 3º. Hamo, Seul, Coreia do Sul

    Hamo, que significa “claro” em coreano, faz refeições tradicionais da região de Jinju.

  • 2º. Tim Ho Wan, Hong Kong

    A segunda refeição mais barata do Guia Michelin é o famoso dim sum local de Hong Kong.

  • 1º. Liao Fan Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice & Noodle, Singapura

    A refeição Michelin mais acessível do mundo hoje está em Singapura. O prato oferece frango ao molho cantonês de soja.

10º. Al’s Place, São Francisco, EUA

Gastronomia do norte da Califórnia, forte em frutos do mar oriundos da região.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).