Guia traz roteiro para 24 horas no Rio de Janeiro

Divulgação
Programe-se para aproveitar um dia livre com muito glamour na Cidade Maravilhosa

A chegada à antiga capital do Brasil já é um evento: a formação dos morros (como o Pão de Açúcar), o mar azul e os pequenos barcos podem fazer, mesmo que por alguns instantes, o viajante acreditar que está prestes a desembarcar em um pacato balneário, e não em um frenético centro urbano. Na verdade, o Rio é uma mescla de cidade cosmopolita com belas praias, de um estilo de vida contemplativo e “pé na areia” com o agito de uma das capitais mais famosas do mundo.

LEIA MAIS: Os restaurantes estrelados do Guia Michelin 2018 São Paulo e Rio de Janeiro

Apesar de o auge do glamour ter ficado nas décadas de 1950 e 1960, o destino ainda esbanja calor humano, simpatia e beleza. Para o viajante que dispõe de 24 horas livres, reunimos o que há de melhor na Cidade Maravilhosa.

Veja, na galeria de fotos a seguir, uma seleção de destinos imperdíveis que podem ser visitados em um dia livre.

  • 8h
    Café nos jardins

    O Rio é repleto de áreas verdes. O Parque Lage, aos pés do Morro do Corcovado, foi projetado em 1840 pelo paisagista inglês John Tyndale. Sua principal edificação abriga uma escola de artes, a EAV (Escola de Artes Visuais do Parque Lage). Durante a caminhada, pare no Plage Café, que oferece café da manhã completo. No icônico Jardim Botânico, a maior atração é caminhar entre as palmeiras imperiais. A rua lateral do Jardim tem um simpático café, o Jarbô, focado em produtos artesanais.

    @plagecafe; @parquelage; @jarbocafe

  • 10h
    Manhã relaxante

    Uma parada estratégica em um bom spa é ótima boa pedida para recuperar o equilíbrio após voos longos. O FORBES Travel Guide reconhece três hotéis na capital carioca: Belmond Copacabana Palace, Fasano e Hotel Santa Teresa Rio MGallery by Sofitel, único cinco-estrelas do bairro de Santa Teresa. Todos eles têm spas e ambientes ideais para momentos de relaxamento, para diferentes perfis de clientes. Para uma experiência mais intimista, o Fasano é a pedida certa.

    @fasano; @belmondcopacabanapalace; @santateresamgallery

  • 12h
    Almoço a céu aberto

    Grandes metrópoles costumam pecar quando se trata da oferta de ambientes abertos de qualidade. O Rio, no entanto, tem vários deles. O Puro, no bairro do Jardim Botânico, tem um pequeno terraço muito agradável e um menu contemporâneo/brasileiro. O Aprazível, em Santa Teresa, já é um clássico, em funcionamento há duas décadas. O Museu de Arte do Rio (MAR) tem em seu rooftop o Mauá, que serve pratos com influência da culinária baiana.

    @purorestaurante; @aprazivel; @restaurantemaua

  • 14h
    Arte e arquitetura

    Bem próximo ao Aeroporto Santos Dumont, na Praça Mauá, estão dois museus interessantes. O Museu do Amanhã tem acervo focado em ciências e exposições interativas. Na frente dele fica o Museu de Arte do Rio (MAR). Caso você não seja tão fã de artes, a arquitetura de ambos já vale a visita. Um pouco mais afastado, o Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói, projetado por Oscar Niemeyer, também merece ser admirado. Curiosidade: em 2017, o MAC foi palco de um desfile da francesa Louis Vuitton.

    @museudoamanha; @museudeartedorio; @macniteroi

  • 16h
    Botecos clássicos

    Alguns bares estão enraizados na cultura carioca. No Leblon, na Avenida Ataulfo de Paiva, o pequeno Jobi, sempre lotado, serve chope gelado, caipirinhas (a de caju é uma das mais pedidas) e petiscos diversos. A poucos passos de distância, o Belmonte também agrada com seus salgados generosos. Mais afastado, o Bar Urca é um patrimônio da cidade – fica em frente à concorrida Mureta da Urca, na Baía de Guanabara. De lá se tem uma visão privilegiada do pôr do sol.

    @bar_jobi; @barurca

  • 18h
    Cavalos e drinques

    No Jockey Club Brasileiro, um dos hipódromos mais famosos do país, há corrida todos os dias da semana. Mas nem só de turfe vive o lugar. São oito bares e restaurantes espalhados pelo complexo, além de eventos especiais esporádicos, como o campeonato de tênis Rio Open. Para aproveitar a tarde, a sugestão é parar no novo Casa Camolese para drinques e cervejas (muitas delas de fabricação própria) ou no tradicional Rubaiyat, com vista para a pista de corrida.

    @jockeyclubbrasileiro; @casacamolese; @rubaiyatbrasil

  • 20h
    Viagem gastronômica

    O Lasai, do chef Rafa Costa e Silva, foca em menus com ingredientes de suas hortas próprias. O Olympe, da dupla Claude e Thomas Troisgros (pai e filho, respectivamente) é focado em culinária mais sofisticada. O Oro, do chef Felipe Bronze, ganhou, em 2018, sua segunda estrela Michelin. Já dentro do Copa são duas opções: o pan-asiático Mee e, dentro do Cipriani, a experiência Mesa do Chef: uma sequência de pratos preparados pelo chef na frente dos clientes, harmonizada com vinhos.

    @restaurantelasai; @olymperestaurante; @oro_restaurante; @belmondcopacabanapalace

  • 22h
    Charme de Botafogo

    Todo o bairro de Botafogo é bastante charmoso, principalmente pela arquitetura, que preserva antigos casarões e teatros (alguns em funcionamento). Na Rua Conde de Irajá, parte desses imóveis foi transformada em estabelecimentos “descolados”, como os vizinhos Irajá Gastrô e Ino, onde é comum ver pessoas na fila de espera, bebericando e conversando animadamente nas calçadas. Ali, é possível sentir um pouco do lifestyle carioca, tão famoso mundo afora.

    @ino.rio; @grupoiraja

8h
Café nos jardins

O Rio é repleto de áreas verdes. O Parque Lage, aos pés do Morro do Corcovado, foi projetado em 1840 pelo paisagista inglês John Tyndale. Sua principal edificação abriga uma escola de artes, a EAV (Escola de Artes Visuais do Parque Lage). Durante a caminhada, pare no Plage Café, que oferece café da manhã completo. No icônico Jardim Botânico, a maior atração é caminhar entre as palmeiras imperiais. A rua lateral do Jardim tem um simpático café, o Jarbô, focado em produtos artesanais.

@plagecafe; @parquelage; @jarbocafe

Reportagem publicada na edição 61, lançada em setembro de 2018

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).