Bateria de carro da Tesla pegou fogo duas vezes

iStock
disse que seus veículos são muito menos propensos a pegar fogo do que os veículos movidos a gasolina

A bateria de um Model S, da Tesla, que se envolveu em um acidente fatal em 8 de maio na Flórida, Estados Unidos, pegou fogo duas vezes depois que bombeiros apagaram as chamas do veículo elétrico, afirmou em relatório preliminar sobre o incidente o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes (NTSB, na sigla em inglês).

LEIA MAIS: Elon Musk: “Tesla sofreu sabotagem”

O documento afirma que o veículo estava viajando a quase 190 km/h segundos antes de colidir com um poste de iluminação. O Corpo de Bombeiros de Fort Lauderdale encontrou o veículo totalmente envolvido em chamas e extinguiu o fogo usando entre 750 e 1.000 litros de água e espuma, disse o NTSB.

O relatório cita que durante a remoção do carro do local do impacto, a bateria voltou a pegar fogo e a chama foi rapidamente extinta.

“Na chegada ao pátio de armazenamento, a bateria reacendeu novamente”, disse o relatório, e o fogo foi novamente apagado rapidamente. Houve outros casos relatados de baterias da Tesla que pegaram fogo mais de uma vez, incluindo depois de outro acidente fatal com um modelo da marca em março, na Califórnia.

A montadora de veículos elétricos se recusou a comentar o relatório, mas disse que seus veículos são muito menos propensos a pegar fogo do que os veículos movidos a gasolina.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).