Carrefour avança em estratégia de e-commerce

iStock
O Carrefour tem sido retardatário no varejo online

As novas alianças do Carrefour com as gigantes de tecnologia Google e a chinesa Tencent mostram que a ofensiva da varejista francesa no comércio eletrônico está fazendo grande progresso, disse hoje (15) o presidente-executivo do grupo, Alexandre Bompard, que assumiu o comando da companhia em julho do ano passado. Segundo ele, acelerar a expansão do comércio digital do Carrefour é prioridade “absoluta” diante da concorrência da Amazon e de outros rivais online.

LEIA MAIS: Carrefour se alia ao Google em disputa no ecommerce

“Seis meses atrás nós estávamos isolados. Todas as alianças em varejo estavam acontecendo sem nossa participação. Agora temos acordos com a Tencent e o Google”, disse Bompard em reunião anual com acionistas. “A companhia se tornou atrativa novamente e está resolutamente ofensiva. Estou muito orgulhoso da parceria com o Google que mostra que o Carrefour está de volta ao nível mais alto em todo o mundo.”

A maior varejista da Europa anunciou em janeiro planos de reduzir custos e cortar postos de trabalho, ampliar o investimento em comércio eletrônico e buscar parceria na China, em um esforço para aumentar o lucro e receita e superar rivais domésticos.

Como parte desses planos, o Carrefour anunciou na segunda-feira (11) uma aliança com o Google para acelerar o comércio eletrônico em seu mercado local.

O Carrefour tem sido retardatário no varejo online e o acordo com o Google está em linha com os planos de Bompard de investir € 2,8 bilhões no setor até 2022, seis vezes mais que o plano anterior de investimento.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).