Presidente da Intel renuncia após investigação

Getty Images
Brian Krzanich ocupava a presidência executiva da Intel desde maio de 2013

A Intel informou hoje (21) que seu presidente-executivo, Brian Krzanich, renunciou ao cargo após uma investigação revelar que um relacionamento consensual no passado com uma pessoa que trabalha na companhia violou a política da empresa.

LEIA MAIS: Como ter um relacionamento no trabalho

“Uma investigação em andamento pelo conselho interno e externo confirmou uma violação da política que impede relacionamento entre funcionários, que se aplica a todos os gestores”, disse a Intel em comunicado.

O conselho nomeou o diretor financeiro, Robert Swan, como presidente-executivo interino com efeito imediato. Krzanich ocupava o cargo desde maio de 2013.

A Intel informou que seu conselho começou a busca por um presidente-executivo definitivo, com candidatos internos e de fora da companhia, e que contratará uma empresa para ajudar no processo.

A companhia também previu receita e lucro melhores que o esperado no segundo trimestre.

VEJA TAMBÉM: 5 principais problemas de relacionamento no ambiente de trabalho

As ações da Intel recuavam 1,5% às 11h36 (horário de Brasília), para US$ 52,6.

A empresa projeta a receita trimestral em cerca de US$ 16,9 bilhões, e o lucro ajustado em aproximadamente US$ 0,99 por ação. Analistas, em média, estimam receita de US$ 16,29 bilhões e lucro ajustado de US$ 0,85 por ação.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).