Vendas de computadores no Brasil saltam 21%

De janeiro a março, setor movimentou R$ 3,01 bi e 1,34 milhão de unidades

As vendas de computadores no Brasil cresceram 21% no primeiro trimestre, ante o mesmo período de 2017, informou hoje (12) a consultoria IDC Brasil, citando a manutenção dos preços como um dos fatores para o crescimento.

LEIA MAIS: Vendas de computadores têm alta de 5% no 2º tri, diz IDC Brasil

De janeiro a março foram vendidos 1,34 milhão de computadores, ante 1,1 milhão comercializados no primeiro trimestre de 2017.

A receita somou R$ 3,01 bilhões, uma alta de 22,6% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o tíquete médio recuou 1,4%, para R$ 2.245 na mesma comparação.

“Normalmente, no primeiro trimestre há queda nas vendas de computadores. Este ano, como não houve aumento significativo do dólar no período, fabricantes e varejistas conseguiram manter os mesmos preços de 2017, o que explica o movimento de vendas favorável”, disse o analista da IDC Wellington La Falce.

O crescimento foi puxado pelo mercado corporativo, com crescimento de 24% nas vendas do segmento, enquanto as unidades comercializadas para o consumidor final avançaram 19,4%. Os notebooks responderam por 69,3% das vendas, enquanto os desktops representaram 30,7%.

A IDC estima que o mercado de computadores no país deve crescer 5% em 2018. “Fabricantes e varejistas devem realizar ações para que o consumidor adiante suas compras durante este ano, já que há muitas incertezas em relação a 2019 que podem impactar no poder de compra do consumidor”, disse Wellington La Falce.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).