Verizon nomeia vice-presidente de TI como novo CEO

Hans Vestberg terá como prioridade é construir próxima geração de rede 5G

A Verizon indicou o vice-presidente de tecnologia, Hans Vestberg, como seu novo presidente-executivo, surpreendendo analistas e sinalizando que a prioridade da empresa de telefonia móvel é construir a próxima geração 5G e não expandir mais em conteúdo de mídia.

LEIA MAIS: Verizon conclui aquisição da Yahoo e Mayer renuncia

A estratégia da companhia difere da adotada pela concorrente AT&T, que está brigando com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para adquirir a empresa de mídia Time Warner em um acordo de US$ 85 bilhões.

Vestberg liderou uma equipe de infraestrutura de rede de fibra da Verizon e supervisionou o desenvolvimento nos EUA. O atual CEO da Verizon, Lowell McAdam, disse que é o momento perfeito para entregar as rédeas a Vestberg, com a Verizon em um “ponto de inflexão” contendo todas as peças necessárias para 5G, como fibra e espectro.

Analistas do Wells Fargo disseram que a indicação de um executivo com experiência em equipamento é “bastante revelador”, evidência de que a Verizon está engajada em expandir sua rede de fibra. Alguns analistas esperavam que John Stratton, presidente de operações globais da Verizon, assumisse o lugar de McAdam, que disse que vai se aposentar.

Vestberg disse em uma entrevista que a Verizon continuaria buscando sua estratégia de 5G, mas ele não via “nada novo no horizonte” para buscar conteúdo de mídia.

Sob McAdam, a Verizon expandiu em conteúdo quando comprou os sites de mídia AOL e Yahoo, criando uma divisão de mídia chamada Oath em 2017, e que também detém sites como Tumblr e HuffPost.

LEIA MAIS: Verizon vai oferecer tecnologia 5G para clientes em 11 cidades dos EUA

Vestberg, 52 anos, entrou na Verizon um ano atrás, após ter sido demitido em uma reformulação promovida por investidores da Ericsson em 2016, depois de anos de crescimento e lucro fracos. Ele foi presidente-executivo da empresa sueca, uma das maiores fornecedores de equipamento para a indústria de telecomunicações do mundo, por seis anos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).