Caixa Econômica receberá capitalização de R$ 1,8 bi

Getty Images
Recapitalização refere-se a parte do lucro de R$ 12,5 bilhões do banco em 2017

A Caixa Econômica Federal receberá neste ano uma capitalização de R$ 1,8 bilhão de seu controlador, o governo federal, com recursos de dividendos do próprio banco repassados à União, disse à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto.

VEJA TAMBÉM: Lucro líquido da Caixa alcança R$ 3,2 bi

Segundo a fonte familiarizada com a Caixa, e que pediu anonimato, a recapitalização refere-se a parte do lucro de R$ 12,5 bilhões do banco em 2017, que haviam sido transferidos para o governo.

“Como o banco não pôde usar recursos do FGTS, essa recapitalização foi uma alternativa”, disse a fonte.

Em janeiro, a Câmara dos Deputados autorizou o Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) a comprar até R$ 15 bilhões em instrumentos de capital da Caixa, operação que seria usada para fortalecer os níveis de capital do banco. Mas o banco desistiu do negócio após ter enfrentado resistência do Tribunal de Contas da União (TCU).

Em paralelo à recapitalização, a Caixa vem tomando uma série de medidas para fortalecer seu capital, enquanto se prepara para regras mais rigorosas embutidas em Basileia III, que entra em vigor integralmente no início de 2019. Esse esforço envolveu forte redução de custos operacionais, incluindo programas de demissão voluntária, e a desaceleração em várias linhas de crédito.

Hoje (20), mais cedo, o jornal “O Estado de S. Paulo” publicou que o governo federal vai injetar cerca de R$ 2 bilhões na Caixa até o fim do ano para reforçar o capital do banco estatal.

LEIA: Caixa reduz juros do crédito imobiliário

Em nota, a Caixa afirmou que seus esforços para reforçar os níveis de capital incluíram a “recapitalização pelo Tesouro Nacional dos dividendos a serem pagos pela Caixa relativos aos exercícios de 2017 e 2018”, mas não citou valores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).