Diretor-presidente da Cielo renuncia

Carol Carquejeiro
Executivo alegou questões de foro pessoal e familiar para deixar o comando da companhia

O diretor-presidente da Cielo, Eduardo Campozana Gouveia, renunciou ao cargo e será substituído interinamente por Clovis Poggetti Junior, atual vice-presidente de Finanças e de Relações com Investidores da companhia, disse a empresa de meios eletrônicos de pagamento em fato relevante nesta sexta-feira (13).

VEJA TAMBÉM: Cielo vai multiplicar terminais ‘co-branded’

Campozana Gouveia, que ocupava o cargo há um ano e meio, alegou questões de foro pessoal e familiar para deixar o comando da companhia, mas acompanhará o processo de sua transição até a saída efetiva no mês de agosto. Posteriormente, Poggetti Junior, que ingressou na Cielo em 2007, vai auxiliar na transição até a posse efetiva do sucessor.

Em maio, Marcelo Noronha, vice-presidente do Bradesco, um dos sócios controladores da Cielo junto com o Banco do Brasil, foi eleito novo presidente do conselho de administração da companhia.

“Por questões de foro pessoal e familiar, o Sr. Eduardo Campozana Gouveia decidiu renunciar ao cargo de Diretor-Presidente após exercê-lo por um ano e meio, deixando, como marcas de sua gestão, uma empresa mais moderna e próxima de seus clientes”, disse a Cielo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).