HyperloopTT terá centro no Cubo, do Itaú Unibanco

Divulgação
No Brasil, além da nova base no Cubo, a HyperloopTT tem um centro de inovação em Contagem (MG)

A empresa de tecnologia de transporte de alta velocidade Hyperloop Transportation Technologies (HyperloopTT) fechou parceria para ter um espaço dentro do Cubo, centro de inovação do Itaú Unibanco, na cidade de São Paulo.

LEIA MAIS: Hyperloop anuncia centro de inovação em Minas Gerais

A parceria amplia a aposta da empresa norte-americana de diversificar bases no mundo todo para desenvolver seu principal projeto, que consiste em um sistema que usa ímã para levitar uma cápsula de passageiros dentro de um tubo sem ar. O sistema pode transportar pessoas e cargas a velocidades de até 1.200 quilômetros por hora, segundo a companhia.

Desde que foi criada em 2013, a HyperloopTT vem desenvolvendo projetos em nove países, incluindo Estados Unidos, Eslováquia, Emirados Árabes, República Tcheca, França, Indonésia, Coreia do Sul e Brasil. No cenário global, a empresa tem como principal rival a Virgin Hyperloop One, do bilionário britânico Richard Branson.

Em julho, a HyperloopTT assinou contrato para construir uma pista de testes na província de Guizhou, na China. A empresa também fez um acordo para construir um sistema de 10 quilômetros conectando os emirados de Abu Dhabi e Dubai.

No Brasil, além da nova base no Cubo, a HyperloopTT tem um centro de inovação em Contagem (MG), inaugurado em abril.

VEJA TAMBÉM: As 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil
O Cubo, que o Itaú Unibanco mantém em parceria com o grupo de tecnologia Redventures, apresenta-se como o maior centro de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina. Criado em 2015, o centro na capital paulista deve se mudar para um espaço maior em setembro para abrigar cerca de 250 startups.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).