Bilionário dos EUA assume controle do Arsenal

Getty Images
Stan Kroenke possui várias equipes esportivas, como o time de basquete Denver Nuggets, o time de futebol americano Los Angeles Rams e o time de futebol Colorado Rapid

O bilionário norte-americano Stan Kroenke – 184º homem mais rico do mundo segundo o ranking em tempo real da FORBES, com patrimônio de US$ 8,3 bilhões – fechou um negócio para assumir o controle total do Arsenal ao comprar parte do rival russo Alisher Usmanov (também bilionário, com fortuna de US$ 12,7 bilhões e o 110º lugar na lista), em uma transação que avaliou o time inglês em cerca de US$ 2,3 bilhões, mas que revoltou alguns torcedores da equipe do norte de Londres.

LEIA MAIS: 20 times mais valiosos de 2018

Fechado em um momento crucial para o Arsenal, que passa a jogar sem o técnico Arsène Wenger pela primeira vez em 22 anos, o acordo consolida a posição do empresário norte-americano do setor esportivo em uma elite de proprietários de grandes clubes na Inglaterra.

Mas os torcedores temem que Kroenke, que precisou de um empréstimo para a maior parte do financiamento, não gaste o suficiente para competir por jogadores com times como Chelsea, Manchester City ou Paris Saint-Germain, que são apoiados por fundos vindos da Rússia, Emirados Árabes Unidos e Catar, respectivamente.

O acordo encerra um impasse entre os dois magnatas, que vinham disputando o controle, mas deixou furioso o pequeno grupo de acionistas independentes bem relacionados que se veem como guardiães do time de 132 anos de história. “O Truste de Torcedores do Arsenal é inteiramente contra a aquisição”, disse um grupo de torcedores. “O Arsenal continua sendo importante demais para ser a posse de qualquer indivíduo.”

Kroenke, que evita ser tema dos noticiários, possui várias equipes esportivas, como o time de basquete Denver Nuggets, o time de futebol americano Los Angeles Rams e o time de futebol Colorado Rapids.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).