CEO da Bunge confia em melhor resultado no 2º semestre

iStock
A Bunge reportou prejuízo líquido atribuível aos acionistas no segundo trimestre de US$ 21 milhões

Há uma grande confiança na recuperação dos lucros da Bunge com oleaginosas no segundo semestre de 2018, disse hoje (1) o CEO da multinacional do agronegócio com sede nos EUA, Soren Schroder.

VEJA TAMBÉM: Bunge entra com pedido de IPO por usinas de cana

Ele afirmou ainda que mudanças em políticas comerciais e custos de frete no Brasil são os maiores riscos para a retomada no segundo semestre.

A Bunge reportou prejuízo líquido atribuível aos acionistas no segundo trimestre de US$ 21 milhões, ou US$ 0,15 por ação, ante lucro de US$ 72 milhões, ou US$ 0,51 por ação de um ano antes.

As vendas líquidas da empresa subiram para US$ 12,15 bilhões, contra US$ 11,65 bilhões do mesmo período do ano passado.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).