Eletrobras estipula valor mínimo para leilão de SPEs

iStock
No leilão, serão alienados 18 lotes, que incluem ativos de geração eólica e linhas de transmissão

A diretoria executiva da Eletrobras aprovou os preços mínimos de venda das Sociedades de Propósito Específico (SPEs) nas quais a estatal é sócia, estipulando um valor de R$ 3,1 bilhões, de acordo com comunicado ao mercado divulgado pela estatal elétrica na noite de ontem (14).

LEIA MAIS: Câmara aprova projeto sobre privatização de distribuidoras da Eletrobras

No leilão, previsto para 27 de setembro de 2018 na bolsa paulista B3, serão alienadas 71 participações societárias em SPEs reunidas em 18 lotes, que incluem ativos de geração eólica e linhas de transmissão.

A operação tem por objetivo permitir que a empresa e suas controladas reduzam sua alavancagem financeira, diminuindo seus indicadores de dívida líquida/Ebitda a patamares usualmente praticados pelo mercado, informou a empresa anteriormente.

O preço mínimo mais elevado foi estabelecido para o lote A (R$ 635,6 milhões), no qual consta Santa Vitória do Palmar Holding. Neste empreendimento de geração eólica, a Eletrobras tem 78% de participação.

Segundo a estatal, os preços estão referenciados à data-base de 31 de dezembro de 2017 e incluem os custos de transação.

Na véspera, a Eletrobras anunciou lucro líquido de R$ 2,8 bilhões no segundo trimestre.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).