Fundo saudita negocia investimento na Lucid

iStock
As conversas entre a Lucid Motors, de capital privado, e o PIF, ressaltam o apetite do fundo em investir em fabricantes de carros elétricos para diversificar o portfólio de investimentos do Oriente Médio, rico em petróleo

O fundo soberano da Arábia Saudita PIF, que o presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, disse que poderia ajudá-lo financiar um negócio de US$ 72 bilhões para fechar o capital da montadora, está em negociações para investir em uma aspirante a rival da Tesla, a Lucid Motors Inc, disseram ontem (19) pessoas familiarizadas com o assunto.

LEIA MAIS: Sequoia China quer levantar US$ 6 bi em novo fundo

As conversas entre a Lucid Motors, de capital privado, e o PIF, ressaltam o apetite do fundo em investir em fabricantes de carros elétricos para diversificar o portfólio de investimentos do Oriente Médio, rico em petróleo.

Um acordo com a Lucid Motors também estaria mais alinhado com os recursos limitados do PIF, uma vez que, apesar de seus US$ 250 bilhões em ativos, já fez compromissos substanciais com outras empresas de tecnologia ou investimentos, incluindo um acordo de US$ 45 bilhões para investir em um fundo gigante de tecnologia liderado pelo SoftBank Group Corp.

O PIF e a Lucid Motors elaboraram um termo sob o qual o primeiro poderá investir mais de US$ 1 bilhão no segundo e obter participação majoritária, disseram as fontes. O primeiro investimento da PIF na Lucid Motors, no entanto, seria de US$ 500 milhões, e as injeções de caixa subsequentes viriam em dois estágios que dependem da Lucid Motors atingir certos marcos de produção, acrescentou uma das fontes.

As negociações entre o PIF e a Lucid Motors podem não resultar em um acordo, alertaram as fontes, que pediram para não serem identificadas porque o assunto é confidencial. O PIF e a Lucid Motors não responderam imediatamente às solicitações de entrevistas.

Investidor e engenheiro de 47 anos, Musk surpreendeu os mercados financeiros no início deste mês, quando revelou no Twitter que estava considerando um acordo de US$ 420 por ação para fechar o capital da Tesla, montadora pioneira que desenvolveu o primeiro sedã de luxo elétrico.

Musk acrescentou que o financiamento estava “garantido” e disse na segunda-feira passada que ele acredita que o PIF da Arábia Saudita poderia fornecer o financiamento necessário, embora fontes próximas ao fundo soberano tenham minimizado essa perspectiva. No início deste ano, o PIF acumulou uma participação de pouco menos de 5% em Tesla, abocanhando ações no mercado aberto, em vez de adquirir ações recém-emitidas.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).