Musk diz que fundo saudita apoia compra da Tesla

Getty Images
Segundo bilionário, negociações com potenciais patrocinadores continua

O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, disse hoje (13) que ainda está em negociações com potenciais patrocinadores de uma possível aquisição da empresa, incluindo o fundo soberano da Arábia Saudita, mas que não assegurou ainda obtenção do financiamento.

LEIA MAIS: Demora da Tesla em formalizar divulgação gera dúvida

Em mensagem escrita, Musk disse que o fundo saudita quer que a fabricante de carros elétricos feche seu capital e que está envolvido em negociações que já duram quase dois anos com a empresa.

A publicação reforçou o anúncio inesperado do bilionário do Vale do Silício em 7 de agosto, de que ele estava considerando tornar a empresa privada e que tinha assegurado financiamento para isso. As ações da Tesla, contudo, mostravam pouca variação hoje, sugerindo que os investidores ainda precisam ser convencidos.

“Eu continuo a ter discussões com o fundo saudita, e também estou conversando com vários outros investidores, algo que sempre planejei fazer, já que eu gostaria que a Tesla continue a ter uma ampla base de investidores”, escreveu Musk.

Ele disse que, desde seus comentários no Twitter sobre a possibilidade de um acordo, o diretor-gerente do fundo saudita manifestou apoio à operação, que depende de compromissos financeiros e outros relacionados à análise dos números da montadora.

O Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita (PIF, na sigla em inglês) é conhecido por investimentos em tecnologia, incluindo os US$ 45 bilhões investidos no Vision Fund, do SoftBank Group.

VEJA TAMBÉM: Como a China pode ajudar nos ambiciosos planos da Tesla

O fundo árabe não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. A Tesla não comentou o assunto.

“Eles se encontraram comigo no início de 2017 para expressar esse interesse por causa da importante necessidade de diversificar para além do petróleo”, escreveu Musk. “Eles então realizaram várias reuniões adicionais comigo durante o ano seguinte para reiterar esse interesse e tentar avançar com uma transação particular. Obviamente, o fundo soberano da Arábia Saudita tem mais do que o capital necessário para executar tal transação.”

Vários analistas disseram que fechar capital faria sentido para a Tesla, mas expressaram ceticismo sobre a capacidade da empresa de levantar os fundos necessários.

O fato de Musk não ter feito imediatamente uma divulgação formal levou a processos judiciais de investidores, acusando Tesla de planejar de forma fraudulenta para prejudicar os vendedores a descoberto das ações.

E AINDA: Elon Musk cogita fechar capital da Tesla

“Saí da reunião de 31 de julho sem dúvida de que um acordo com o fundo soberano saudita poderia ser fechado, e que era apenas uma questão de levar o processo adiante”, disse Musk. “É por isso que me referi a ‘financiamento garantido’ no anúncio de 7 de agosto.”

Musk disse que, após discussões sobre o acordo na semana passada com os dois conselheiros externos e com a diretoria da empresa, foi acordado que o próximo passo era que ele consultasse os principais acionistas da Tesla.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).