Omega Geração compra parte de complexo solar em MG

iStock
A Omega passará a deter metade de parcela societária do Complexo Pirapora, atuando em conjunto com a EDF, que deterá o restante

A Omega Geração assinou na véspera um acordo para aquisição de fatia no complexo solar de Pirapora, o maior em operação no Brasil, em uma transação orçada em R$ 1,1 bilhão e com expectativa de ser totalmente concluída até o fim do ano, afirmou a empresa em comunicado hoje (14).

LEIA MAIS: Energia solar impulsiona a economia na África

Pelo acordo, a Omega Geração adquire 30% de participação da EDF Renewables e a totalidade dos 20% da Canadian Solar. Ao concluir a negociação, a Omega passará a deter metade de parcela societária do Complexo Pirapora, atuando em conjunto com a EDF, que deterá o restante.

O complexo está localizado em Minas Gerais e é composto por 11 usinas já em operação comercial, totalizando 321 megawatts de capacidade instalada.

“Além de marcar a entrada da Omega Geração na geração solar, Pirapora fortalecerá ainda mais a equação de risco da Omega, dada a baixa correlação de recursos entre as usinas eólicas no Nordeste do Brasil e a usina solar no Sudeste”, afirmou a empresa no comunicado.

A compra do ativo representa a segunda aquisição da Omega Geração após seu IPO, em julho de 2017. Em dezembro, a companhia adquiriu 100% do complexo “Delta 3”, com capacidade instalada de 220,8 megawatts, no Maranhão, em transação de quase R$ 2 bilhões.

VEJA TAMBÉM: Uzbequistão terá fazenda solar de 1.000 megawatts

“Com Pirapora, adicionaremos ao portfólio um ativo excelente que atende aos nossos padrões de alta qualidade e torna nossos fluxos de caixa ainda mais previsíveis, devido à diversificação de região e fonte. Nosso portfólio passará a ser composto por 62% de energia eólica, 25% de energia solar e 13% de energia hidrelétrica”, afirmou no comunicado o CEO da empresa, Augusto Torres de Bastos Filho.

Com a adição do Complexo Pirapora ao portfólio atual da Omega Geração, a capacidade instalada da companhia passará a ser de 636,7 megawatts. A empresa opera parques eólicos e pequenas hidrelétricas, que se somarão agora à usina solar de Pirapora.

No início de 2019, a previsão é que a Omega Geração conclua a aquisição já negociada dos complexos eólicos Delta 5 e Delta 6, no Maranhão, e alcance 744,7 megawatts de capacidade instalada.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).