Tesla se aproxima de mínima em 3 meses

iStock
Ao cortar o preço-alvo para a ação da Tesla de US$ 308 para US$ 195, o JPMorgan disse não acreditar que o presidente-executivo da montadora, Elon Musk, tem recursos suficientes para o plano anunciado por meio de uma publicação no Twitter há duas semanas

As ações da Tesla chegaram a cair 4% hoje (20), após o JPMorgan Chase cortar em US$ 113 o preço-alvo do papel da montadora de carros elétricos, aumentando as dúvidas entre os participantes do mercado sobre os planos de fechamento do capital da empresa.

LEIA MAIS: Ações da Tesla afundam após comentários de Musk

Ao cortar o preço-alvo para a ação da Tesla de US$ 308 para US$ 195, o JPMorgan disse não acreditar que o presidente-executivo da montadora, Elon Musk, tem recursos suficientes para o plano anunciado por meio de uma publicação no Twitter há duas semanas.

Analistas do banco norte-americano tinham elevado o preço-alvo de US$ 198 para US$ 308, após um salto de US$ 100 no valor do papel em bolsa, que se seguiu ao anúncio de Musk em 7 de agosto, quando disse que tinha recursos garantidos para fechar o capital da empresa. A nota do JPMorgan nesta segunda-feira é a mais recente evidência do ceticismo em Wall Street sobre o negócio.

Pessoas familiarizadas com o assunto disseram ontem (19) que o PIF, o fundo soberano da Arábia Saudita que Musk diz ter pressionado para ajudar a financiar a compra, está em negociações para investir na aspirante rival da Tesla Lucid Motors Inc.

“Nossa interpretação de eventos subsequentes nos leva a acreditar que o financiamento não estava garantido para uma transação privada em andamento, nem havia uma proposta formal”, escreveu Ryan Brinkman, analista do JPMorgan, em nota para clientes.

“A Tesla parece estar explorando uma transação privada, mas agora acreditamos que tal processo parece muito menos desenvolvido do que supúnhamos anteriormente, sugerindo que a incorporação formal (do plano) em nossa análise de avaliação parece prematura neste momento”, disse Brinkman.

O JPMorgan agora tem como preço-alvo US$ 195 por ação, contra o fechamento de US$ 305,50 na última sexta-feira (17). A mediana dos analistas de Wall Street para o preço-alvo da Tesla é de US$ 336.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).