Amazon anuncia novos produtos Echo

Reprodução/Reuters
A maior varejista online do mundo anunciou versões atualizadas do Echo Show, Echo Dot e Echo Plus, além de novos dispositivos, como um micro-ondas e um relógio de parede controlados por voz.

A Amazon lançou hoje (20) uma dúzia de novos alto-falantes da linha Echo e aparelhos relacionados em uma tentativa de ficar à frente dos rivais Apple e Google, da Alphabet, na categoria nascente para dispositivos controlados por voz.

LEIA MAIS: Amazon lança operação na Turquia

A maior varejista online do mundo anunciou versões atualizadas do Echo Show, Echo Dot e Echo Plus, além de novos dispositivos, como um micro-ondas e um relógio de parede controlados por voz. A empresa também anunciou o Echo Auto para os compradores conversarem em seus carros. E lançou o Echo Sub e o Echo Link Amp, de US$ 299,99, com foco na criação de melhores sistemas de entretenimento doméstico.

A enxurrada de novos produtos mostra que a Amazon está trabalhando para tornar onipresente sua assistente Alexa, controlada por voz, que opera nos dispositivos Echo. A empresa quer que a Alexa seja uma plataforma de computação dominante, como o Windows, da Microsoft.

Os anúncios também ressaltam uma diferença estratégica entre o Google e a Apple, que até agora lançaram menos aparelhos, enquanto a Amazon lançou vários produtos para diferentes finalidades.

“Eles serão muito menos transacionais e muito mais conversacionais”, disse David Limp, vice-presidente sênior de dispositivos e serviços da Amazon, que apresentou os novos aparelhos na sede da empresa em Seattle, nos Estados Unidos.

VEJA TAMBÉM: Amazon planeja mais de 3 mil lojas sem caixas até 2021

A empresa de pesquisas eMarketer disse que 40,7 milhões de pessoas nos EUA usarão dispositivos Echo este ano, mais de 31% ante 2017. Cerca de dois terços dos usuários de alto-falantes inteligentes norte-americanos terão um Echo em 2018, contra 30% que terão o Google Home, incluindo algumas sobreposições.

A varejista também adicionou novos dispositivos de segurança da Ring, empresa que adquiriu no início deste ano. E lançou um produto para facilitar a configuração desses e de outros dispositivos, o que pode ser um grande obstáculo para novos consumidores das tecnologia de casa inteligente.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).