Apple Watch pode ganhar mercado dos relógios suíços

iStock
A Apple rapidamente ganhou participação no mercado de relógios

A indústria relojoeira suíça vai enfrentar uma ameaça maior do novo relógio inteligente da Apple capaz de detectar problemas cardíacos, que provavelmente atrairá consumidores mais velhos, disseram hoje (13) especialistas do setor.

LEIA MAIS: Apple lança iPhones maiores e relógios para saúde

A Apple apresentou ontem (12) o novo Apple Watch Series 4 capaz de fazer um eletrocardiograma para detectar um batimento cardíaco irregular e iniciar uma chamada de emergência automaticamente se detectar um usuário caindo.

“Longe de ser apenas uma evolução, o novo Apple Watch 4 provavelmente é uma revolução, já que não se dirige apenas aos pulsos dos nerds, mas também a pessoas com mais de 45 anos que se preocupam com sua saúde”, disse Gregory Pons, especialista da indústria relojoeira em seu site businessmontres.com.

A Apple rapidamente ganhou participação no mercado de relógios, com a empresa de pesquisa tecnológica CCS Insight estimando que a gigante norte-americana chegará perto alcançar as vendas mundiais de relógios suíços – 24 milhões de unidades em 2017.

As exportações de relógios suíços no segmento de preços de entrada – de até US$ 500 para o consumidor final – recuaram constantemente nos últimos anos, com a concorrência dos smartwatches sendo um dos fatores responsáveis.

As marcas nessa faixa de preço incluem Swatch e Tissot, do Swatch Group, e a marca Mondaine de relógios de moda feitos pela empresa norte-americana Fossil.

VEJA TAMBÉM: Novo iPhone da Apple pode ter tela grande e preço alto

“O Apple Watch continua a melhorar e fornecer funções adicionais relevantes. Acho que isso representará um desafio cada vez mais difícil para os relógios suíços de preço de entrada, que não estão em posição de permanecer relevantes”, disse Luca Solca, analista do Exane BNP Paribas. A novidade da Apple custa US$ 399.

Jean-Claude Biver, chefe da divisão de relógios da LVMH, que fabrica relógios sob as marcas Zenith, Hublot e TAG-Heuer, acredita que o Apple Watch não representa uma ameaça aos relógios suíços acima de um determinado preço.

As pessoas que entram nos relógios graças a um produto da Apple têm mais probabilidade de comprar um relógio suíço mais tarde, disse ele em comentários por e-mail.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).