Duas unidades da Samsung venderão suas participações

iStock
As ações serão vendidas no mercado como negociações em bloco

Duas afiliadas do Samsung Group disseram que estão vendendo integralmente sua fatia combinada de US$ 867 milhões na holding Samsung, conforme o maior conglomerado da Coreia do Sul enfrenta pressão governamental para desmembrar suas participações acionárias cruzadas.

LEIA MAIS: Samsung confirma um Galaxy S10 radical

O movimento segue uma venda similar de ações da Samsung C&T, realizada por outra afiliada no início deste ano, à medida que o governo força grandes grupos corporativos a esclarecer suas estruturas acionárias.

A Samsung Fire & Matrine Insurance disse hoje (20) em um documento regulatório que a venda de 2,6 milhões de ações na C&T tem a finalidade de melhorar o gerenciamento de seus ativos. Já a Samsung Electro-Mechanics disse em um documento separado que também decidiu se desfazer de cerca de 5 milhões de ações da C&T para garantir fundos para investimentos e melhorar seu balanço financeiro.

As ações serão vendidas no mercado como negociações em bloco, disseram eles.

Representantes das duas afiliadas disseram que não comentariam quando questionados sobre se as vendas planejadas tinham a intenção de simplificar as participações acionárias cruzadas.

VEJA TAMBÉM: Samsung aumenta aposta na Índia

O Samsung Group é controlado por meio de uma rede de participações acionárias circulares entre empresas como a Samsung C&T, a Samsung Life Insurance e a Samsung Electronics.

Críticos disseram que a estrutura permitiu que a família do herdeiro do Samsung Group, Jay Y. Lee, retivesse o controle das empresas do conglomerado, especialmente da joia do grupo, a Samsung Electronics, com investimentos mínimos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).