Nestlé tira estabilizantes de duas marcas de leite

iStock
As marcas Ninho e Molico passarão a ser comercializadas sem estabilizantes a partir de setembro

A Nestlé está retirando estabilizantes de duas de suas principais marcas de leite no Brasil, disse à Reuters uma
executiva da empresa, conforme a maior fabricante de alimentos do mundo busca conquistar o crescente número de consumidores que buscam produtos naturais, orgânicos e mais saudáveis.

LEIA MAIS: Nestlé e Starbucks fecham acordo de US$ 7,15 bi

Em entrevista ontem (10), a vice-presidente da área de bebidas da Nestlé no Brasil, Fabiana Fairbanks, disse que as marcas Ninho e Molico passarão a ser comercializadas sem estabilizantes a partir de setembro.

Com o movimento, que exigiu investimento de R$ 140 milhões, as duas marcas de leite do tipo longa vida, que podem ser armazenados por longos períodos em temperatura ambiente, deixam de ter estabilizantes em sua composição. O leite infantil Ninho e o desnatado Molico respondem por cerca de 10% dos 2 bilhões de litros de leite que a Nestlé vende no Brasil por ano.

O Brasil está atrás de países desenvolvidos em termos de ofertas de produtos mais naturais, mas Fabiana disse que o país está mudando rapidamente, e que a unidade brasileira da Nestlé está continuamente estudando outras opções no segmento. “Na minha opinião, o Brasil está evoluindo muito rapidamente nesta área”, disse. “Você vê os varejistas reservando espaços especificamente para produtos naturais em suas lojas.”

No início do ano, a companhia também lançou sua primeira linha de produtos orgânicos no país e abriu um novo laboratório de controle de qualidade no Brasil, como parte do seu maior impulso em produtos naturais.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).