Receita trimestral da Oracle fica abaixo do esperado

O lucro líquido da empresa subiu a US$ 2,27 bilhões

A desenvolvedora de softwares Oracle anunciou hoje (17) resultados trimestrais abaixo das estimativas, com as vendas de serviços em nuvem e sua unidade de suporte de licenciamento desapontando.

LEIA MAIS: Dólar cai quase 1% e fecha a R$ 4,12

A receita da unidade, sua maior divisão por vendas, cresceu 3,2%, para US$ 6,61 bilhões, abaixo dos US$ 6,71 bilhões esperados pelos analistas, de acordo com a Thomson Reuteres I/B/E/S.

No trimestre anterior, a Oracle criou uma nova estrutura de apresentação de receitas, fundindo os dados de seus negócios em nuvem e de licenciamento de softwares.

O lucro líquido da empresa subiu a US$ 2,27 bilhões, ou US$ 0,57 por ação, no trimestre encerrado em 31 de agosto, ante US$ 2,14 bilhões, ou US$ 0,50 por ação, no mesmo período de 2017. Excluindo itens, a empresa lucrou US$ 0,71 por ação.

A receita total aumentou para US$ 9,19 bilhões, ante US$ 9,10 bilhões.

Os analistas esperavam um lucro ajustado de US$ 0,69 por ação e receita de US$ 9,28 bilhões.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).