Ação da Amazon tem 2ª sessão de forte queda

Getty Images
A empresa de tecnologia acumula queda de 15% desde a divulgação de seu resultado trimestral

As ações da Amazon.com despencaram mais de 7% hoje (29), marcando os dois piores dias de pregão da companhia desde fevereiro de 2014 e eliminando US$ 47 bilhões de seu valor de mercado em meio à intensificação da guerra comercial travada pelos Estados Unidos contra a China.

LEIA TAMBÉM: Fortuna de Jeff Bezos cai em US$ 9 bilhões

A Amazon acumula queda de 15% desde a divulgação de seu resultado trimestral na quinta-feira (25), em que decepcionou previsões de analistas de mercado e disparou preocupações de que a queridinha da indústria de tecnologia esteja finalmente passando por competição mais intensa.

As recentes quedas fizeram a Amazon ser negociada a um múltiplo de 66 vezes o lucro esperado, menor nível desde 2011, segundo dados da Refinitv.

Na sexta-feira (26), a Microsoft superou a Amazon como segunda maior companhia dos Estados Unidos em valor de mercado, com a Apple liderando, avaliada em US$ 1 trilhão. O valor de mercado da Microsoft hoje é de US$ 800 bilhões.

A US$ 750 bilhões, o valor de mercado da Amazon está apenas US$ 30 bilhões acima da Alphabet, controladora do Google.

No ano, a ação da Amazon acumula valorização de 28,9%, mesmo após a recente onda de venda.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).