Ações da Tesla saltam com acordo de Musk com SEC

Reuters
A Tesla produziu 53 mil de seus sedãs Model 3 no terceiro trimestre

As ações da Tesla saltaram 17% hoje (1), após o presidente-executivo da empresa, Elon Musk, fechar um acordo para encerrar uma ação judicial que ameaçou a sua permanência no comando da montadora e afirmar que um salto na produção no terceiro trimestre aproximou a empresa da rentabilidade.

LEIA MAIS: Acordo de Musk com SEC dá força a ações de investidores

Os fãs da Tesla aplaudiram os sinais de um salto na produção, enquanto analistas disseram que a empresa precisa cumprir o espírito do acordo, nomeando um forte e independente presidente do conselho e novos diretores.

As ações da montadora de veículos elétricos afundaram na semana passada depois que o órgão regulador norte-americano dos mercados, a Securities and Exchange Comission (SEC), acusou Musk de fraude e tentou retirá-lo do comando da empresa, apontando para uma longa batalha que poderia minar as operações da Tesla e sua capacidade de levantar capital.

Em vez disso, sob um acordo anunciado no fim de semana, a Tesla e Musk pagarão US$ 20 milhões cada para a SEC e Musk deixará o cargo de presidente do conselho, mas permanecerá como presidente-executivo.

Em um sinal de melhoria no processo de fabricação, Musk disse, em um e-mail enviado aos funcionários no sábado (29), que a empresa está “muito próxima de alcançar lucratividade”. Ele acrescentou: “Para ter certeza, devemos operar muito bem amanhã”. Domingo (30) foi o último dia do trimestre.

Um site de notícias automotivas “Electrek” informou hoje (1) que a Tesla produziu 53 mil de seus sedãs Model 3 no terceiro trimestre, ante quase 28,6 mil nos três meses anteriores, cumprindo a promessa feita em agosto de montar de 50 mil a 55 mil carros. A montadora produziu aproximadamente 80 mil veículos em geral, disse o site.

VEJA TAMBÉM: Elon Musk deixa a presidência do conselho da Tesla

Até o fechamento desta reportagem, a Tesla não respondeu ao pedido de entrevista.

O alívio na resolução do processo levou ao maior ganho de um dia nas ações da empresa em mais de cinco anos.

“As ações caíram tanto na sexta-feira (28) porque não ficou claro se Musk permaneceria na empresa, dada a pressão que a SEC estava fazendo”, disse Garrett Nelson, da CFRA Research.

“Uma multa de US$ 20 milhões é muito pequena,… permite a permanência de Musk e também introduz algumas medidas de governança saudáveis.”

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).