BNDES aprova financiamento de R$ 619 mi para eólicas da Copel

iStock
Os complexos eólicos deverão estar em operação comercial plena e parcial em janeiro de 2019

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 619,4 milhões para parques eólicos da elétrica Copel no Rio Grande do Norte, informou a instituição financeira em nota hoje (1).

LEIA MAIS: Vestas fecha venda de 101 MW em turbinas eólicas

Os empreendimentos beneficiados somarão uma capacidade de cerca de 313 megawatts, sendo 180,6 megawatts do Complexo Eólico Cutia e 132,3 megawatts do Complexo Bento Miguel, que deverão estar em operação comercial plena e parcial em janeiro de 2019, respectivamente.

Segundo o BNDES, os empréstimos correspondem a cerca de 30% do investimento total previsto nos projetos. A Copel também deverá emitir debêntures de infraestrutura para obter recursos para os empreendimentos, adicionou o banco.

Os financiamentos serão liberados para a Cutia Empreendimentos Eólicos S.A., subsidiária integral da Copel responsável pelos parques.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).