Dólar desaba 3% ante real na abertura após 1º turno

Ricardo Moraes/Reuters
Imagem de homem é refletida em placa com a cotação entre real e dólar e várias taxas de câmbio de moedas estrangeiras no Rio de Janeiro, em 8/06/2018

O dólar abriu o dia de hoje (8) em forte queda ante o real, após Jair Bolsonaro (PSL) ter recebido votação expressiva no primeiro turno das eleições presidenciais e seu partido ter conquistado a segunda maior bancada no Congresso Nacional, animando os investidores que torcem por um candidato considerado mais reformista no Palácio do Planalto.

LEIA MAIS: 7 destinos de viagem onde seu dólar vale mais

Bolsonaro recebeu 46,04% dos votos válidos enquanto o petista Fernando Haddad, que vai disputar com ele o segundo turno, ficou com 29,26% do total. O PT ficou com 57 cadeiras na Câmara dos Deputados, a maior bancada, e o PSL, com 51.

Às 9h14, o dólar recuava 2,68%, a R$ 3,7536 na venda, depois de terminar a sexta-feira em queda de 1%, a R$ 3,8570, e encerrar a semana com queda acumulada de 4,46%, o maior recuo semanal desde março de 2016. O dólar futuro tinha baixa de 2,35%.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de novembro, no total de US$ 8,027 bilhões. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).