Dólar tem leves oscilações ante real

iStock
Às 9:54, a moeda avançava 0,34%, a R$ 3,6999 na venda

O dólar registrava leves oscilações ante o real hoje (23), em dia de aversão ao risco no exterior devido a preocupações com o crescimento da China, orçamento italiano e o Brexit, mas com o otimismo com o desfecho eleitoral doméstico servindo de contraponto.

LEIA MAIS: Dólar cai e fecha a R$ 3,6872 com otimismo eleitoral

Às 9:54, a moeda avançava 0,34%, a R$ 3,6999 na venda, depois de terminar a véspera em queda de 0,74%, a R$ 3,6872. O dólar futuro subia cerca de 0,3%.

“Os investidores seguem na “lua-de-mel” com Jair Bolsonaro (PSL) na corrida presidencial, mas muito dificilmente irão ignorar o cenário internacional”, avaliou a H.Commcor Corretora em relatório.

No exterior, o dólar tinha leve baixa ante a cesta de moedas, mas subia ante as divisas emergentes, com destaque para a lira turca, em meio à expectativa de que um discurso do presidente turco, Tayyip Erdogan, no final do dia forneça mais detalhes sobre a investigação do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi no consulado saudita em Istambul.

Também estavam preocupando os agentes no exterior o desempenho da economia chinesa e o impasse para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Internamente, os investidores já colocaram no preço a maior parte da expectativa de vitória de Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial, no próximo domingo (28), embora a confirmação do fato abra espaço para alguma queda adicional do dólar ante o real.

VEJA TAMBÉM: Dólar recua ante real por favoritismo de Bolsonaro

Desta forma, as últimas pesquisas eleitorais têm sido acompanhadas para captar algum efeito-surpresa, visto que a ampla vantagem do capitão da reserva já não é mais novidade. Nesta noite, sai novo levantamento Ibope/Estadão/TV Globo.

O novo, assim, fica com o noticiário político, com a formação da equipe do novo governo e medidas que serão implementadas, com o mercado interessado principalmente no ajuste fiscal.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de novembro, no total de US$ 8,027 bilhões.

Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).