IPC-Fipe sobe 0,39% em setembro, após 0,41% em agosto

Reuters
Inflação segue aquecida no país

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo registrou alta de 0,39% em setembro após ter terminado agosto com avanço de 0,41%, em meio à pressão dos preços de transportes e despesas pessoais.

LEIA MAIS: Inflação e dólar mais altos reduzem estimativas para PIB

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) informou hoje (2) que os preços do grupo transportes avançaram 0,97%, exercendo um peso de 0,1416 ponto percentual, após queda de 0,42% em agosto.

Já as despesas pessoais subiram 0,95%, exercendo o segundo maior peso no mês, de 0,1297 ponto, apesar de ter desacelerado após avanço de 1,29% no mês anterior.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre um e dez salários mínimos.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).