Jack Ma estuda montar instituto de treinamento na Indonésia

Getty Images
Ma disse que o Alibaba vai treinar centenas de desenvolvedores e engenheiros de computação em nuvem para ajudar a tornar as empresas indonésias mais inteligentes em termos digitais

O presidente-executivo do grupo chinês Alibaba, Jack Ma, disse no fim de semana que está discutindo com o governo da Indonésia a possibilidade de abrir um instituto para treinar empresários de tecnologia no país do sudeste asiático.

LEIA MAIS: Rival chinesa do Airbnb levanta US$ 300 mi de fundo de Jack Ma

Ma, que já assessora o governo indonésio no comércio eletrônico, disse no sábado (13) que conversou com Jacarta sobre a abertura do Jack Ma Institute of Entrepreneurs, mas que nenhum detalhe específico foi acordado.

É importante para a Indonésia investir em capital humano porque “somente quando as pessoas melhoram, quando a mente das pessoas muda, quando as habilidades das pessoas melhoram, então podemos entrar no período digital”, disse Ma a repórteres durante reuniões do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial na Indonésia.

O país tem uma escassez de engenheiros treinados em tecnologia, e Jack Ma disse que o Alibaba vai treinar centenas de desenvolvedores e engenheiros de computação em nuvem para ajudar a tornar as empresas indonésias mais inteligentes em termos digitais. O país é um mercado-chave para o Alibaba.

O ministro das Comunicações da Indonésia, Rudiantara, disse à Reuters em setembro que o país fez uma parceria com Ma para buscar formas de aproveitar os negócios do Alibaba e aumentar as exportações, especialmente para a China.

VEJA TAMBÉM: Jack Ma diz que disputa comercial acaba com empregos

A McKinsey estimou em um relatório divulgado em 30 de agosto que o valor do mercado de comércio eletrônico na Indonésia aumentará para pelo menos US$ 55 bilhões em 2022, ante US$ 8 bilhões em 2017.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).