Lucro da Daimler cai no 3º tri e fecha em € 2,49 bi

O lucro da Daimler antes de juros e impostos (Ebit) recuou 27% na comparação anual

O presidente-executivo da Daimler, Dieter Zetsche, disse hoje (25) que a demanda dos consumidores continua forte, mesmo com restrições aos carros a diesel e uma desaceleração de 13% nas vendas de carros da Mercedes-Benz na Alemanha que pesaram no lucro da empresa no terceiro trimestre.

LEIA MAIS: Daimler vai se dividir em três negócios independentes

“A indústria automotiva e, portanto, também a Daimler ainda estão em um ambiente muito desafiador. A contínua alta demanda de nossos clientes nos deixa confiantes para o quarto trimestre”, disse Zetsche em comunicado.

No terceiro trimestre, o lucro antes de juros e impostos (Ebit) recuou 27% na comparação anual, para € 2,49 bilhões, atingido por uma queda de 35% no Ebit da Mercedes-Benz Cars, para € 1,37 bilhão.

A queda no lucro é acompanhada pelo contínuo atrito entre o governo alemão e as montadoras sobre a adequação de sistemas para redução de emissões de poluentes em veículos a diesel mais antigos e uma investigação em andamento dos Estados Unidos sobre as emissões.

As vendas da Mercedes-Benz Cars, uma divisão que inclui a marca Smart, devem atingir o nível do ano passado, disse a Daimler, após divulgar queda de 6% nas entregas no terceiro trimestre.

A Daimler disse na semana passada que seu lucro operacional no ano cairia em mais de 10% por causa de “procedimentos e medidas governamentais em várias regiões”, no segundo alerta de resultados da empresa em quatro meses.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).