Polícia detona pacote suspeito na casa de George Soros

Luke MacGregor/Reuters
Um dos maiores doadores do mundo para causas progressistas, ele se tornou alvo da direita nos EUA

Um pacote contendo o que parecia ser um dispositivo explosivo foi encontrado em uma caixa de correio do lado de fora da residência em Nova York do financista bilionário George Soros, informou a polícia, que detonou ontem (23) o pacote.

LEIA MAIS: Doação de US$ 18 bilhões de George Soros ajudará a moldar a Ásia

Soros, um dos maiores doadores do mundo para grupos e causas progressistas, tornou-se uma figura de ódio para ativistas de direita nos Estados Unidos e no leste europeu e alvo de uma campanha hostil do governo nacionalista em sua terra natal, a Hungria.

Um funcionário da casa em Katonah, Nova York, abriu o pacote, descobrindo o que parecia ser um dispositivo explosivo. Soros não estava em casa, de acordo com o New York Times. As autoridades foram contactadas por volta das 15h45 (horário local), informou a polícia em comunicado.

Técnicos de esquadrões de bombas detonaram o pacote em uma área arborizada próxima. O FBI estava investigando o incidente, disse a polícia. “O assunto está sob a jurisdição das autoridades dos EUA. Afinal, o incidente ocorreu lá”, disse um porta-voz do governo húngaro, que se recusou a comentar mais o caso.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).