Procter & Gamble tem lucro acima do esperado

As vendas aumentaram 5% no negócio de beleza da gigante de consumo

A Procter & Gamble relatou hoje (19) um aumento acima do esperado nas vendas do primeiro trimestre do ano fiscal 2019 devido à forte demanda por produtos de beleza e limpeza, ajudando a empresa na concorrência com produtos de marcas mais baratas.

LEIA MAIS: Resultado trimestral da P&G supera expectativas

As vendas aumentaram 5% no negócio de beleza da gigante de consumo, impulsionadas pelas receitas de dois dígitos de marcas premium de cuidados com a pele SK-II e Olay. As vendas da divisão de tecidos e cuidados domésticos, a maior unidade em vendas, subiram 2%.

O lucro líquido atribuível à empresa subiu para US$ 3,20 bilhões, ou US$ 1,22 por ação, no primeiro trimestre fiscal encerrado em 30 de setembro, ante US$ 2,85 bilhões, ou US$ 1,06 por ação, um ano antes.

Excluindo eventos não recorrentes, a empresa ganhou US$ 1,12 por ação, superando estimativa de Wall Street de US$ 1,09 por papel, de acordo com dados I/B/E/S da Refinitiv.

A receita líquida cresceu marginalmente para US$ 16,69 bilhões, ante US$ 16,65 bilhões. Os analistas esperavam que as vendas totais caíssem para US$ 16,46 bilhões.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).