Tesla recua na bolsa após Musk fazer piada com SEC

Getty Images
Elon Musk chamou a SEC de “Comissão de Enriquecimento de Shortsellers”

As ações da montadora norte-americana de carros elétricos Tesla recuavam mais de 5% hoje (5) depois que o presidente-executivo, Elon Musk, publicou no Twitter comentários jocosos sobre o órgão de regulação dos mercados dos Estados Unidos, a Securities and Exchange Comission (SEC).

LEIA MAIS: Juiz pede que Tesla e SEC justifiquem acordo

Em um tuíte, Musk chamou a SEC de “Comissão de Enriquecimento de Shortsellers” horas depois que um juiz dos EUA mandou o bilionário e o órgão regulador a escreverem cartas justificando um acordo que permite a Musk continuar no comando de sua montadora.

“Apenas quero (sic) que a Comissão de Enriquecimento de Shortsellers está fazendo um trabalho incrível”, disse Musk, um crítico frequente de investidores que apostam contra a Tesla.

As ações da Tesla caíram na semana passada depois que a SEC acusou Musk, 47, de fraude em tuítes publicados por ele em 7 de agosto que afirmaram que a Tesla teria seu capital fechado e que os recursos para isso já estavam assegurados.

O processo ameaçou levar a Tesla e Musk a uma longa batalha que poderia atingir as operações da companhia e sua capacidade de levantar capital.

No acordo anunciado no final de semana, Tesla e Musk concordaram em pagar US$ 20 milhões cada para a SEC e que o bilionário, também um grande acionista da montadora, abandonaria o posto de presidente do conselho de administração, permanecendo apenas na presidência-executiva da empresa.

VEJA TAMBÉM: Elon Musk deixa a presidência do conselho da Tesla

Peter Haveles, um sócio na Trial and Dispute Resolution Practice, afirmou que os tuítes de Musk mostram sua falta de disciplina.

“Vai colocar intensa pressão sobre o conselho porque a SEC vai observar a Tesla como um falcão e vai criar tensão adicional para a companhia e Musk”, disse Haveles.

Vários usuários do Twitter também criticaram Musk, que tem mais de 20 milhões de seguidores na plataforma, por seus comentários contra reguladores e short sellers.

“Eu perdi 30 anos de economias graças a seus tuítes. Por favor, pare”, escreveu TrendTrader007. “Se você continuar neste caminho destrutivo vai perder seus apoiadores e a boa vontade de fãs antigos da Tesla como eu”, acrescentou.

As ações da Tesla acumulam queda de cerca de 14% neste ano, mas ainda mostram valorização de 30% desde o início de 2017. Às 12h56 (horário de Brasília), os papéis tinham queda de 5,86%, a US$ 265,35.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).