Total tem lucro 48% maior no 3º tri

O lucro líquido ajustado do terceiro trimestre da Total foi de US$ 4 bilhões

A petroleira francesa Total elevou sua meta de crescimento da produção em 2018, depois que uma produção recorde e altos preços do petróleo durante o terceiro trimestre permitiram que a empresa registrasse seu maior lucro líquido em um trimestre desde 2012.

LEIA MAIS: Total fecha acordo de US$ 1,5 bi por gás da Engie

“O lucro líquido ajustado do terceiro trimestre da Total aumentou 48% em relação ao ano passado, para US$ 4 bilhões, enquanto os preços do petróleo aumentaram 44%, para US$ 75 por barril, sustentados pelas tensões de oferta e pelo contexto geopolítico”, disse em comunicado o presidente da Total, Patrick Pouyanne.

O lucro líquido ficou acima de uma previsão média de analistas, de US$ 3,75 bilhões.

A produção da Total aumentou 8,6% no trimestre, para 2,8 milhões de barris de óleo equivalente por dia (mboe/d), uma nova produção recorde em um trimestre, puxada pelo início de produção no projeto Kaombo, em Angola, e o ramp-up de projetos como o de Yamal LNG, na Rússia.

Analistas esperavam uma produção de petróleo e gás no terceiro trimestre de 2,7 mboe/d.

O lançamento de outros planos, como o projeto Ichthys, de gás natural liquefeito (GNL), na Austrália, e o aumento da produção de Moho Nord, no Congo, e Fort Hills, no Canadá, permitiram que a Total aumentasse sua meta de expansão da produção para 8% em 2018, de 7% anteriormente.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).