Walmart reduz previsão de lucro após Flipkart

iStock
A companhia também estima uma taxa de crescimento de 35% para seus negócios online

O Walmart reduziu hoje (16) sua previsão de lucro para o ano e disse que o crescimento de sua divisão de comércio eletrônico em 2019 vai ser mais lento que no atual, que termina em janeiro.

LEIA MAIS: Walmart vai investir US$ 250 mi em conteúdo

O lucro da maior rede de varejo do mundo no próximo ano fiscal vai ser corroído pela aquisição da empresa indiana de comércio eletrônico Flipkart, realizada em maio por US$ 16 bilhões, maior transação do Walmart, que busca melhor posição para competir com a Amazon no país.

As previsões mais baixas para lucro e receita online vieram depois que o Walmart divulgou, em agosto, o melhor crescimento trimestral em vendas da companhia em uma década. O desempenho foi impulsionado por queda no desemprego e cortes de impostos nos Estados Unidos, que aumentaram o poder de consumo dos norte-americanos.

A rede espera agora lucro de entre US$ 4,65 e US$ 4,80 por ação para o ano fiscal de 2019 ante expectativa anterior de US$ 4,90 e US$ 5,05 por ação.

A companhia também estima uma taxa de crescimento de 35% para seus negócios online no ano que termina em janeiro de 2020, contra as expectativas de um crescimento de 40% no ano em curso.

VEJA TAMBÉM: Walmart testa serviço para competir com Amazon Flex

Para o ano fiscal de 2020, o Walmart disse que espera um crescimento de vendas mesmas lojas de 2,5% a 3% e espera que o lucro caia em um intervalo percentual de um único dígito comparado ao ano fiscal de 2019 por conta da aquisição da Flipkart.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).