Cyrela avalia dividendos extraordinários

Reuters
Diretor financeiro da companhia afirmou que o valor ainda não foi definido

A Cyrela está discutindo distribuir dividendos extraordinários após a expressiva geração de caixa dos últimos trimestres devido à venda de estoque de imóveis prontos, disseram hoje (9) executivos da construtora.

LEIA MAIS: Cyrela eleva lançamentos do 3º tri em 72,7%

“A geração de caixa foi expressiva e devemos ter dividendo extraordinário, ou no fim deste ano ou no início de 2019, mas o valor ainda não foi definido”, disse Miguel Mickelberg, diretor financeiro da companhia, em teleconferência com analistas sobre o balanço do terceiro trimestre.

De julho a setembro, a Cyrela teve prejuízo de R$ 121 milhões, após resultado também negativo de R$ 7 milhões um ano antes, com itens não recorrentes e custos maiores de incorporação ofuscando uma forte geração de caixa de R$ 303 milhões.

Às 13:34 (horário de Brasília), a ação da empresa caía 1,7%, enquanto o Ibovespa cedia 0,46%.

O copresidente da Cyrela Raphael Horn disse que os lançamentos de imóveis tendem a crescer no quarto trimestre, após um primeiro semestre frustrado pela suspensão do direito de protocolo na capital paulista, que autorizava projetos registrados antes da nova lei de zoneamento seguissem com as regras antigas.

“Estamos com bastante coisa na rua no último trimestre e animados…Não significa que o mercado está bombando, segue bastante seletivo”, afirmou Horn.

VEJA TAMBÉM: Cyrela reduz prejuízo a R$ 28 mi no 2º tri

Segundo ele, o desfecho da disputa eleitoral traz mais previsibilidade ao mercado, o que deve contribuir para uma safra de lançamentos maior em 2019 na comparação anual.

“Estamos animados para os lançamentos em 2019, esperamos iniciar uma trajetória de inflexão da curva (de crescimento) para todo o segmento”, disse o Horn.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).