Dólar passa por correção e cai ante real

O dólar recua hoje (14) ante o real, em um movimento de correção após a forte alta da véspera, influenciado pela recuperação das moedas emergentes no exterior nesta sessão, em dia de valorização do petróleo.

GettyImages
Às 10h27, a moeda norte-americana recuava 0,36%, a R$ 3,8176 na venda, depois de terminar a sessão anterior em alta de quase 2%, a R$ 3,8313, maior valor desde 5 de outubro.

VEJA TAMBÉM: Dólar avança 1,99% e fecha a R$ 3,83

Às 10h27, a moeda norte-americana recuava 0,36%, a R$ 3,8176 na venda, depois de terminar a sessão anterior em alta de quase 2%, a R$ 3,8313, maior valor desde 5 de outubro. O dólar futuro tinha alta de cerca de 0,3%.

“O nível de R$ 3,83 me parece muito exagerado, sobretudo diante da velocidade com que o dólar chegou lá. Tende a pedir uma correção”, disse o operador de câmbio da corretora H.Commcor Cleber Alessie Machado.

Depois de o tombo do petróleo ter ajudado na alta do dólar na véspera, hoje os preços da commodity subiam com a crescente perspectiva de membros da Opep e aliados de cortarem a produção em uma reunião no próximo mês.

Diante disso, a moeda norte-americana caía ante as moedas de emergentes e exportadores de commodities, como o rublo, embora os dados fracos da economia chinesa contivessem uma melhora mais substancial dessas divisas.

O dólar operava praticamente estável ante a cesta de moedas, em dia de fraqueza do euro após dados ruins da Europa e depois de a Itália reapresentar seu orçamento com as mesmas premissas de crescimento e déficit do projeto que foi rejeitado no mês passado, mas com a dívida caindo.

E AINDA: Dólar tem leves oscilações ante o real

Internamente, seguia o foco no noticiário político, em dia de reuniões do presidente eleito Jair Bolsonaro com políticos. Pela manhã, ele se encontrou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ele também terá encontros com governadores eleitos e embaixadores.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 13,6 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de dezembro, no total de R$ 12,217 bilhões.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).