Klabin vai interromper venda de celulose à Fibria

Getty Images
O acordo com a Fibria foi acertado em 2015 e tinha prazo de seis anos

A Klabin informou hoje (29) que vai interromper contrato de fornecimento de celulose de fibra curta para a rival Fibria, optando por distribuir o insumo produzido em sua fábrica no Paraná de maneira independente no mercado internacional.

LEIA MAIS: Klabin tem lucro menor no 3º tri

O contrato com a Fibria foi acertado em 2015, prevendo fornecimento de um mínimo de 900 mil toneladas de celulose por ano. O acordo tinha prazo de seis anos.

“Muitos compradores de BEKP [celulose de fibra curta] já mantêm relacionamento direto com a Klabin”, afirmou a companhia, que além de celulose produz papelão para embalagens.

“A Klabin conta com adequada estrutura comercial, logística e, com esse passo, firma-se como um fornecedor independente e competitivo também no mercado internacional de BEKP”, acrescentou a companhia.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).